FEBRE OROPOUCHE O QUE É E COMO ELA É TRANSMITIDA? ENTENDA

Escrito por   em 07/06/2024

ALTA DE CASOS – A febre oropouche, já confirmada em 72 pessoas neste ano em Minas Gerais, teve uma alta de 1.700% em quatro dias. Mas a doença pode não ser uma novidade no Estado. A Secretaria de Estado de Saúde acredita que o vírus circula pelo menos desde o ano passado em Minas, mas que alguns casos foram confundidos com dengue ou chikungunya, devido à semelhança dos sintomas. Há, portanto, a possibilidade de que uma fração das 795.820 infecções por dengue em Minas em 2024 — a maior epidemia da doença no estado — seja fruto de um equívoco nos diagnósticos.
“Na região Leste de Minas e no Vale do Aço, onde achávamos que a chikungunya estava vindo muito forte, vimos que boa parte disso é febre oropouche. Isso significa que esse vírus, provavelmente, já estava circulando pelo menos desde o ano passado. É uma doença que tem sintomas muito parecidos com a dengue e, especialmente, a chikungunya, como febre, dor de cabeça e dor nas articulações. Acabava que o diagnóstico, até então, era dado como dengue ou chikungunya”, afirma o secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti.
Os exames que confirmaram os casos atuais em Minas começaram a ser feitos após estados vizinhos, como Bahia e Espírito Santo, registrarem a doença. A partir de agora, segundo o Baccheretti, os testes passarão a fazer parte da rotina da secretaria, como os de dengue e chikungunya, o que tende a reduzir o erro de diagnóstico.

Tocando agora

Título

Artista

Iniciar Conversa
Oi, Seja bem vindo(a) a nossa rádio!
Olááá! Obrigado por ouvir a Sistec News !!!