04/04/2019 às 15h37min - Atualizada em 04/04/2019 às 15h37min

Caratinga na Internet: Quem se importa?

Não estaria na hora de repaginar e até de corrigir distorções sobre a imagem de Caratinga na internet, hoje a maior fonte de consulta de informações do mundo?


 
Caratinga parou no tempo. É o que parece para quem procura, na internet, conteúdos sobre a cidade.  Informações erradas. Dados defasados. Imagens ultrapassadas e mal produzidas. Com algumas exceções, isso é Caratinga no mundo virtual.

Sabemos que não temos nem a melhor nem a mais bonita cidade do mundo. São muitos, ainda, os problemas por aqui. A falta de emprego e renda persiste. O índice de desenvolvimento humano continua baixo. A situação da saúde pública, com o fechamento, mais uma vez, do hospital Nossa Senhora Auxiliadora, ficou caótica. Para que, então, piorar o que já não está tão bom? É o que o material sobre Caratinga postado na internet tem feito, especialmente aquele que pode ser acessado em uma busca mais rápida.

Se depender do que diz a rede de computadores, o fórum desembargador Faria e Souza, por exemplo, ainda funciona no acanhado e antigo prédio da Praça Getúlio Vargas pertencente ao município, e não no moderno e confortável edifício próprio para o qual se mudou em 2016, no Bairro Santa Zita. A informação errada está na Wikipédia, para quem quiser conferir. Muitas das informações sobre Caratinga disponíveis na internet – talvez a maior parte delas - datam de anos longínquos, como 2009, 2010 ou ainda mais para trás. É claro que não falo, aqui, de datas históricas.

Talvez piores do que as informações desatualizadas são as imagens de Caratinga publicadas na internet, de uma pobreza de dar dó. Acesse o Google e veja. Antigas, burocráticas, em sua maioria, não retratam o dinamismo que a cidade também possui, com seu comércio movimentado, sua agricultura das mais produtivas, com destaque para a cafeicultura, sua expansão imobiliária notável, seu ensino superior diferenciado. Para quem tem preguiça de buscar mais – o que é o caso de muita gente por aí – e se deixa levar apenas por impressões visuais, Caratinga, na internet, não passa de um lugar esquecido no tempo, sem nada de muito importante a oferecer. Será que essa visão nos ajuda, por exemplo, a atrair turistas e negócios?

Não estaria na hora de repaginar e até de corrigir distorções sobre a imagem de Caratinga na internet, hoje a maior fonte de consulta de informações do mundo? O poder público municipal, os clubes de serviço locais, as entidades civis que se importam com a cidade, os professores e doutores de nossas inúmeras faculdades e outras lideranças não poderiam se mexer para elaborar e executar um projeto nesse sentido?
Não se trata de dourar a pílula, mas apenas de ajustá-la às lentes da realidade.
 
Legenda de foto na Wikipédia cita endereço errado da sede da Justiça na cidade: “Praça Getúlio Vargas e o fórum Desembargador Faria e Souza ao fundo”.
 
Link
Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">