02/01/2021 às 17h59min - Atualizada em 02/01/2021 às 17h59min

Fim do caminho

Fim do caminho

Como o tempo passa rápido... Os processos de rotação e translação devem mesmo estarem  alterados mas, Ciência à parte , o que presenciamos no cotidiano é uma rapidez no decorrer dos fatos.  Um novo ano se inicia e nem mesmo a pandemia conseguiu parar o tempo.

A gente sempre acredita em dias melhores, através dos recomeços, e cheguei a pensar que se poderia alterar a estrutura do calendário e aguardar o fim da pandemia  para iniciar um ano novo, mas seria  uma  interrupção drástica na contagem do tempo e místicos poderiam argumentar que ficaríamos presos no espaço  temporal, então, foi melhor deixar seguir.

Assim, os rituais de passagem foram feitos, reduzidos e adaptados, apesar de alguns estarem vivendo alheios à pandemia e serem imunes ao vírus aglomerando-se sem nenhum receio de serem contaminados ou contaminarem alguém. Entramos no ano de 2021 das graças de Deus e aguardamos dias mais comuns e a tão esperada chegada da vacina.

Comer lentilhas, vestir a cor da sorte, pular as sete ondas e outros rituais continuam a fazer parte das crenças populares, contudo, é preciso aceitar que os tempos são outros e para a humanidade evoluir será necessária uma reflexão profunda sobre quem somos e o que, de fato, desejamos.

Pensei em inovar e fazer uma crônica diferente apresentando apenas uma página em branco, mas após pensar, decidi que seria por demais interpretativo, aberto demais e, assim, acabei fazendo os tradicionais escritos espalhando palavras pelo espaço a ser preenchido.

Quais serão nossos propósitos para todos os demais dias que estão por vir é um grande desafio, muito mais que ganhar dinheiro, perder ou ganhar peso, investir em relacionamentos afetivos. É necessário redescobrir nossa essência e voltar a ter consciência de que a vida é um grande caminho, mas caminho finito, que sem nenhum aviso ,um dia chega ao fim.

O que encontraremos no fim desse caminho pode não ser o que esperamos.É preciso entender que   a caminhada é mais importante que a chegada, o sonho é mais representativo que a sua realização.Portanto, ousemos voltar a sonhar, esse é nosso maior desafio; construir novos sonhos que nos torne melhores, mais sábios, humanos, percebendo nas pequenas coisas a essência da vida.

Escrevamos uma lista de propósitos que nos oriente a não esquecer quem somos e o que verdadeiramente desejamos para que, ao chegar ao fim do caminho, tenhamos orgulho de nossa caminhada.
 
Link
Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">