18/01/2021 às 09h20min - Atualizada em 18/01/2021 às 09h20min

Resiliência

Resiliência

As palavras surgem, fazem parte de nosso vocabulário e em determinado momento desaparecem das bocas dos usuários, uma das mais novas e necessárias é resiliência.

 De acordo com o dicionário o termo resiliência veio da física para designar a capacidade que alguns materiais têm de absorver o impacto e retornar à forma original. Já se tratando de comportamento humano, resiliência está ligada à capacidade, bem como à habilidade que cada pessoa tem de lidar e superar as adversidades.

Observando grosso modo já é possível perceber uma diferença entre a utilização do termo na Física e no comportamento humano, uma vez que nenhum ser humano, ao passar por determinadas situações volta a ser como antes, cada dia, toda adversidade, provoca alterações no indivíduo, mudando sua forma de ver, conviver com o seu redor.

Diante de todas essas crises que a humanidade está passando, tenho analisado, lido e visto muitos comentários sobre mudanças no comportamento humano, positivas ou não. Alguns acreditam que a pandemia aflorou o que cada um tinha dentro de si, bom ou ruim, outros afirmam que sairemos dessa pandemia mais frios, cruéis e tristes. Poucas pessoas acreditam que a humanidade se tornará melhor, mesmo todos sabendo ser essa a necessidade.

Eu fico pensando em como ou quando voltaremos a crer nas pessoas e a na civilidade. Alguns estudiosos afirmam que a civilidade reside exatamente no nosso cuidado com o outro, na nossa empatia, no pensamento de que ninguém é imune às adversidades e a solidariedade é o que nos eleva na cadeia alimentar.

Civilidade, talvez seja essa a palavra que necessite estar no cardápio do dia de todos e cada um de nós, cuidado com o tratamento ao outro, cuidado com o quanto nossas ações podem ajudar ou prejudicar o outro, num momento no qual a vida se mostra mais do que nunca tão tênue, entender que ninguém é insubstituível em determinadas ações e ao mesmo tempo imprescindíveis em outras é muito importante.

Resiliência. Que esse termo possa ser utilizado no sentido de um dia nós conseguirmos retomar a nossa essência, nossa bondade, o amor. Que tenhamos a capacidade de depois de tudo entender que poucas coisas são importantes e valem realmente a pena e estamos deixando essas escaparem de nossos cotidianos, de nossas vidas, tornando nossas existências vazias.

Que a civilidade retome e a resiliência possa nos auxiliar a encontra-la, caso contrário o fim será a barbárie, o caos e a destruição da humanidade não por fatores externos, mas pela falta de civilidade. Na verdade, hoje eu não queria escrever nada, só queria voltar a esperançar.
Link
Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">