22/01/2021 às 16h01min - Atualizada em 22/01/2021 às 16h01min

Persistência e esperança

Persistência e esperança

Um dos assuntos mais comentados nesses dias é a vacina contra a Covid-19. Quantas coisas sendo ditas, quanta História sendo feita. As pessoas, muitas vezes, não possuem consciência de que são nossas ações que constituem a História.

Quando surgiu esse vírus, as vidas do mundo inteiro se modificaram drasticamente e, enquanto ainda estávamos atônitos com as notícias, inúmeros cientistas anônimos, no mundo inteiro, começaram a investigar o vírus e como combatê-lo.  Incertezas e dúvidas não paralisaram àqueles que têm na busca o combustível para seguirem naquilo que acreditam e pelo que trabalham.

A história relatava que eram necessários anos para se conseguir uma vacina para combater um vírus novo, mas o cientista, o pesquisador, tem no desafio seu fôlego. Cada vida perdida indicava que era preciso ser rápido e vencer o relógio .

Assim, nesses meses de acompanhamento diário da vida na sua forma mais dura e implacável, esperava-se ansiosamente por uma notícia mais animadora. Enquanto isso, o número de mortes pela Covid foi aumentando e tratamentos precoces ou outros medicamentos de combate ao vírus não surgiram.

Outros interesses, além do bem-estar do povo, foram colocados a frente e polêmicas que não pareciam necessárias tomaram o centro das atenções. Como discernir o que é fake do que é fato?

Aquele que possui um objetivo nobre e acredita em seu propósito não desiste, por isso, os pesquisadores fecharam seus ouvidos para os comentários que não lhes eram úteis e, surdos perante as adversidades e críticas destrutivas, conseguiram em tempo recorde criar vacinas para serem testadas no combate à Covid 19.

Grau de eficácia, grupos de controle, uso emergencial, passaram a ser termos do cotidiano das pessoas. No Brasil ,a Anvisa passa a ser citada em todos os noticiários.

O que o processo de descoberta e autorização de uso emergencial da vacina nos mostra é que a persistência, juntamente com a esperança, podem mudar paradigmas, ultrapassar barreiras e conseguir resultados nunca antes vistos.

Juntas são capazes de nos tornar mais fortes, gigantes e nos fazer alcançar resultados surpreendentes. Muitas coisas poderiam ser realidade se fizéssemos da persistência e da esperança sentimentos diários de nossa existência. O impossível é apenas a falta de persistirmos em nossos objetivos com a certeza trazida pela esperança de chegarmos aos nossos resultados.

Numa análise desses meses medonhos, percebi que estamos perdendo nossa capacidade de sonhar. Tanto os sonhos individuais quanto os coletivos. A chegada da vacina, independentemente de todos os desafios que ainda se apresentam, é um indicativo de que ainda resta esperança. O trabalho de todos os pesquisadores e cientistas, envolvidos nesse trabalho com as vacinas, demonstra que a persistência ainda é capaz de resultados considerados por muitos como impossíveis.

Que a esperança e a persistência recaiam sobre todos e cada um de nós para que voltemos a sonhar e conquistar coisas e dias melhores. Sejamos persistentes.
Link
Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">