03/05/2019 às 10h29min - Atualizada em 03/05/2019 às 10h29min

Querer e boa vontade: o fim das mortes na BR 116

Basta querer e ter um pouco de boa vontade.

Praticamente todos os dias acontecia algum acidente no perímetro urbano da rodovia 116 que corta a cidade de Caratinga, situação que se tornou corriqueira nos noticiários, principalmente acidentes envolvendo motociclistas. Ressalta-se também a quantidade de óbitos que podem ser contabilizadas neste trecho.

Durante anos convivemos com estas tragédias. Na mesma proporção várias soluções eram apontadas, lembro-me que até uma maquete e cheque (do valor da obra) chegaram a ser apresentados propondo alternativas e criando a ilusão de que os problemas seriam resolvidos, mas de concreto nada foi feito e as vidas continuavam sendo ceifadas.

De pouco tempo para cá as coisas parecem ter tomado um novo rumo, já não ouvimos mais, cotidianamente, relatos de acidentes, tornaram-se raros. E que bom que isto aconteceu!

Portanto, de tudo isto é possível tirar a seguinte lição: basta querer e ter um pouco de boa vontade. Não conheço pessoalmente o responsável pelo setor que administra este trecho da rodovia, mas que ele mudou a triste realidade desta via, isso sim aconteceu. Isso mostra veemente, que é possível solucionar vários dos diversos problemas pelos quais passam nossas cidades.

Aparentemente não foi feito nada de extravagante e acredito também, que caso tenha sido feito dentro da lisura, que deveria ser praxe, não tenha ficado demasiadamente oneroso para os cofres públicos.  E o mais importante, podemos afirmar que resolveu o problema.

O fato incentiva a pensar e acreditar que ainda é possível viver em um país melhor e que pelo visto ainda existem pessoas bem intencionadas. Quando se quer, com pouco se faz muito, mas quando acontece o contrário, conseguimos quebrar uma nação e nada acontece.  
 
Walber Gonçalves de Souza é professor e escritor.
Link
Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">