06/01/2020 às 08h56min - Atualizada em 06/01/2020 às 08h56min

Ano Novo, tempo de reflexão!

​ "... sua vida não é uma continuação do passado, mas um novo começo. Continuar é uma tarefa que até os animais são capazes de fazer, mas começar, inovar é a única prerrogativa do homem que o coloca acima dos animais.” (JUNG, 1927/2013)


          O Ano Novo traz em si a simbologia dos recomeços, indica-nos que é tempo de deixar de lado o que não deu certo e reiniciar com fé e esperança, observando com novidade, os projetos em andamento. Todavia, o Ano Novo principia de fato, com as mudanças de atitudes, disciplina e comprometimento!
          Nesta oportunidade, é bom colocar no papel aquilo que almejamos, não esquecendo sobretudo da dimensão espiritual, pois ela é fundamental. As expectativas são muitas e a entrada em um novo ano é um bom momento para planejar o que desejamos.
          Este é também um momento oportuno para refletirmos sobre o ano que passou, fazermos uma avaliação do que vivemos e deixamos de viver, para tomarmos decisões melhores.  Com certeza muitas coisas boas e ruins aconteceram e as experiências servem de aprendizado, pois tudo tem uma finalidade. Devemos então, sentir  gratidão por mais um ano vivido, apesar de tudo que tenha acontecido, o importante é que chegamos até aqui, um pouco mais experientes, mais fortes e mais sábios.
          É considerável aprender a olhar mais para o inconsciente, assim, ampliarmos nosso autoconhecimento, abrindo caminho para uma existência interior real, profunda.  Desta forma buscamos um significado maior a partir de nós mesmos.         
          Na estrutura da personalidade, como nos ensina Jung, existe um centro ordenador, o Self ou “Si - mesmo” que nos convida à evolução e que através dele, Deus se manifesta dentro de nós! Melhoramos nossa conduta quando desenvolvemos o que há de melhor em nós, tornando-nos aquilo que em potencial nascemos para ser, e ao nos tornarmos aquilo que estávamos destinados a ser, revelamos a glória de Deus. “O verdadeiro saber é conhecer a si mesmo; conhecendo-se, conhece a Deus.” (Clemente de Alexandria - www.filosofante.org › filosofante › not_arquivos › pdf › Verbo_Pedagogo)
           No entanto, precisamos viver nossa totalidade, para possibilitar que Deus se manifeste em tudo que somos e fazemos!
          Um Ano Novo nos aguarda e com ele a esperança em dias melhores, é tempo de recomeçar, renovar, encher o coração de otimismo e agir em busca dos nossos sonhos! Desejos de um feliz e próspero Ano Novo a todos!
  
Eneide Caetano
Analista Junguiana membro da International Association for Analytical Psychology (IAAP), Associação Junguiana do Brasil (AJB) e Instituto C. G. Jung/MG 
Diretora de Comunicação do ICGJUNG-MG (gestão 2017/2020-2020/2023)
Especialista em Sexualidade humana e Educação Sexual
Psicóloga Perita Examinadora de Trânsito
30 anos de experiência profissional


“A meta só importa enquanto ideia; o essencial porém é o opus (a obra) que conduz à meta: ele dá sentido à vida enquanto esta dura. Jung, 1955/1987)
 
 
Link
Relacionadas »
Comentários »