21/08/2019 às 09h43min - Atualizada em 21/08/2019 às 09h43min

ONG leva ajuda humanitária a famílias que vivem no lixão do Jardim Gramacho

Fernanda Freitas
Só Notícia Boa
Uma ONG vem fazendo a diferença na vida de várias famílias que vivem em condições extremas de pobreza no Rio de Janeiro. Fundada em 2010, a ONG Corrente do Bem realiza diversas ações sociais para comunidade do Jardim Gramacho, que vive em cima de um lixão desativado pela prefeitura. São mais de 100 famílias que se alimentam dos lixos descartados ilegalmente no aterro que já foi o maior lixão da América Latina.

As casas do local são literalmente de papelão, sem esgoto, sem sanitários, sem água e luz. Médicos e outros voluntários da instituição, tentam levar às famílias atendimento médico, além de alimentação, roupas e muito mais.  A ideia da ONG é arrecadar através de uma vaquinha o valor de R$35.500 reais para a construção de uma sede no local, para que possam estocar as doações e facilitar a distribuição para as famílias. O valor que conseguirem a mais, será para a compra de um carro e com ele, buscar mais doações. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">