29/08/2019 às 10h52min - Atualizada em 29/08/2019 às 10h52min

Quase 9 milhões de pessoas ainda não se vacinaram contra o sarampo em Minas

Em Belo Horizonte, 15 unidades de saúde tiveram que interromper o atendimento temporariamente por causa de casos suspeitos da doença.

Patrícia Marques
Amirt
Após a morte de uma pessoa por sarampo em São Paulo, Minas Gerais entrou em estado alerta. A estimativa é de que 8,9 milhões de pessoas ainda não tenham tomado doses da vacina em território mineiro. A informação é da Secretaria de Estado de Saúde (SES). Além de ser fatal, quem contrair a virose pode ficar com sequelas neurológicas.

Em Belo Horizonte, 15 unidades de saúde tiveram que interromper o atendimento temporariamente por causa de casos suspeitos da doença. A medida visa evitar que o vírus se espalhe pela cidade e contamine mais pessoas. Até o momento, quatro pessoas foram diagnosticadas com sarampo no estado, sendo duas da capital.

Em Minas, 55 notificações da doença ainda estão sendo apuradas. Deste número, três tiveram contato com pessoas de São Paulo, o que eleva a probabilidade de diagnóstico da doença de acordo com a SES. Essas pessoas residem em Viçosa, na Zona da Mata, Uberlândia, no Triângulo Mineiro, e Passos, no Sul de Minas.

Segundo o Ministério da Saúde, 13 estados já possuem surto da doença, sendo o mais crítico São Paulo, que entre 2 de junho e 24 de agosto, registrou 2.299 casos. Na última quarta-feira (28), a Secretaria Municipal de Saúde da capital paulista confirmou que um homem, de 42 anos, que morreu no dia 17 de agosto estava com sarampo. Ele morava em Itaquera, na região Leste da capital paulista. Esta é a primeira morte por sarampo registrada em São Paulo desde 1997 e a primeira deste ano no país. Depois de ser erradicada, a doença voltou a registrar casos no ano passado, contabilizando 12 mortes. O sarampo não tinha casos fatais desde 1999.

Desde a última semana, o Ministério da Saúde está enviando reforço de 1,6 milhão de doses extras de vacinas para todos os estados. O intuito é evitar que o vírus se propague.

O sarampo é transmitido pela fala, tosse e espirro. A doença é extremamente contagiosa. São sintomas de sarampo: tosse, febre alta, conjuntivite e manchas vermelhas no corpo.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">