10/09/2019 às 15h39min - Atualizada em 10/09/2019 às 15h39min

Obras de 400 casas populares estão aceleradas. Associação de Moradores acompanha cadastramento

A obra destas casas populares em Caratinga está orçada no entorno de R$30 milhões.

O terreno onde está sendo construído as 400 casas populares, do programa ‘’Minha Casa Minha Vida’’, fica no final da Rua Cel. Antônio Saturnino, a “Rua da Cadeia”, antes da comunidade Portelinha. No local já é possível ver muitos profissionais da construção civil e a fundação dos imóveis já em fase final. Os espaços receberão os nomes de residenciais Esperança III e Esperança IV. Nas placas afixadas na entrada, dizeres informam que a obra foi iniciada em 22 de novembro de 2018 e o prazo para o término é 22 de maio de 2020.

João Lourenço dos Santos, conhecido como ‘’João Cabeção’’, é o atual presidente da Associação de Moradores do bairro Doutor Eduardo. Segundo ele, muitas famílias conseguiram fazer o cadastra para a seleção das casas e a expectativa é grande para a conclusão da obra.

O edital de cadastramento para ter direito às casas já foi encerrado. De acordo com a Caixa Econômica Federal, que assinou convênio com o município de Caratinga para construção dos imóveis, os contemplados devem atender critérios estabelecidos pelo Ministério das Cidades, que dá prioridade a famílias de áreas de risco ou desabrigadas, famílias chefiadas por mulheres e que tenham algum membro com deficiência. Também há critérios definidos pelo município, que deverão suprir necessidades locais da população.

As 400 casas estão dentro do protocolo do Programa Minha Casa Minha Vida e as famílias com cadastro aprovado terão subsídio do Governo Federal de até 90% do valor total, com prestações que poderão ser pagas em até dez anos. O valor destas prestações deverá ficar entre R$ 80 e R$ 200. A obra destas casas populares em Caratinga está orçada no entorno de R$30 milhões.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">