19/12/2018 às 10h59min - Atualizada em 19/12/2018 às 10h59min

'La La Land in Concert' apresenta público a sinfonias, diz compositor que ganhou Oscars pelo filme

Ao G1, Justin Hurwitz fala sobre apresentações do longa com orquestra no Brasil e músicas do filme descartadas: 'Jogamos muita coisa fora'.

g1.com.br


Em 2017, a trilha sonora de “La La Land - Cantando estações” ganhou dois Oscars em 2017 – além das outras quatro estatuetas. A partir deste domingo (16), o público brasileiro vai poder acompanhar de perto como as canções são ao vivo, tocadas por orquestras e músicos de jazz, no "La La Land in Concert".

São duas apresentações no Espaço das Américas, em São Paulo, neste domingo e na segunda-feira (17), e uma no Auditório Araújo Vianna, em Porto Alegre, na sexta-feira (21).

Para Justin Hurwitz, americano de 33 anos ganhador daqueles dois Oscars e parceiro de trabalho de longa data do diretor Damien Chazelle, os shows são uma boa oportunidade para o público que não tem o costume de assistir a sinfonias.

"Há muitos jovens que nunca foram a uma sinfonia ver Beethoven ou Mahler, mas quando vêem um filme, não apenas o nosso, mas outros que fazem o mesmo, estão vendo uma orquestra pela primeira vez", afirma o compositor em entrevista ao G1, por telefone.

Para ele, além de ser uma chance de acompanhar os desafios do jazz e da trilha, as apresentações ajudam a prestigiar os músicos locais. Afinal, "La La Land in Concert" já passou por Estados Unidos, Canadá, Turquia, Reino Unido, Itália, Suíça e parte para a França depois do Brasil, e usa orquestras de cada país.

De volta à cidade de estrelas

Hurwitz ajudou a montar a apresentação, tomando cuidado para sincronizar a música com as imagens na tela. O maior desafio era a transição entre instrumental e as partes de jazz, gravadas separadamente para o filme, mas executadas em sequência ao vivo.

Para ele, foi praticamente a terceira vez que ele voltava ao projeto, depois de trabalhar inicialmente com Chazelle em 2011, enquanto o cineasta escrevia o roteiro. Muitas canções foram compostas, mas, depois de dois anos de uma pausa imposta pela recusa dos estúdios de produzir o filme, quase tudo foi descartado.

"Um pouco da música do começo sobreviveu. A coisa principal das minhas composições de 2011 foi o tema da Mia e do Sebastian. E um pouquinho das músicas, como 'Someone in the crowd'. Mas quase todo o resto, 'City of stars' e a maior parte de 'Audition (The fools who dream)' e das outras músicas era coisa nova quando voltamos a trabalhar em 2014", conta Hurwitz.

"Originalmente compusemos muitas músicas, todas as músicas, mas quando voltamos a trabalhar, depois de um pausa longe, pensamos que podíamos fazer melhor. Então jogamos muita coisa fora e começamos de novo."

'La La Land in Concert'

São Paulo

    Quando: Domingo (16), às 19h30, e segunda-feira (17), às 21h
    Local: Espaço das Américas - Rua Tagipuru, 795 - Barra Funda
    Ingressos: De R$ 40 (meia, setor L) a R$ 300 (Platinum)

Porto Alegre

Quando: Sexta-feira (21), às 20h30

Local: Auditório Araújo Vianna - Av. Osvaldo Aranha, 685 - Parque Farroupilha

Ingressos: De R$ 75 (meia, plateia alta lateral) a R$ 320 (plateia gold)

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">