07/10/2019 às 13h59min - Atualizada em 07/10/2019 às 13h59min

Rodrigo Santana comenta momento de Bolt e evolução de Otero no Atlético

O técnico Rodrigo Santana comentou a atuação de Bolt no empate do Atlético contra o Palmeiras (1 a 1), nesse domingo, em São Paulo. O atacante entrou aos 19 minutos do segundo tempo na vaga de Luan. Muitos torcedores criticaram a mudança nas redes sociais. Santana admitiu que o jogador não entrou tão bem quanto poderia e alegou falta de ritmo.
“Perdemos jogadores que jogam por fora de campo, perdemos o Chará. O Bolt entrou em um jogo muito quente, você está aquecendo fora do campo e entra com os caras a 200 por hora. Então, sente um pouquinho. Mas ele foi eficiente na marcação. Depois, teve uma oportunidade que optou pelo passe para o Ricardo. Mas tem a falta de ritmo, e entrar em um jogo tão quente não é fácil”, frisou o treinador.


Bolt teve a chance de dar a vitória ao Atlético. Já no fim do jogo, ele ganhou na velocidade até a entrada da área, mas tentou tocar para Ricardo Oliveira. A zaga palmeirense afastou. Chutar seria a melhor opção.

Muitos torcedores criticaram o atacante no lance do gol do Palmeiras. Na jogada, Dudu conseguiu tabelar com Scarpa mesmo marcado por Bolt e Guga. O velocista do Palmeiras saiu na cara do goleiro Cleiton e deixou tudo igual no placar.
 

Otero


Rodrigo Santana elogiou a partida de Otero. O meia foi um dos destaques do time, em especial pelos chutes de fora da área e em função dos cruzamentos. Por causa da data Fifa, ele estará fora dos jogos contra Flamengo e Grêmio.

“Ele (Otero) evoluiu bastante, ficou um ano em competição que não tem tanta intensidade, sentiu muito a questão física. Teve sequência como titular e sentiu bastante. A gente resolveu tirar e capacitar ele. Voltou em um momento muito bom, três jogos e dois gols. Será mais uma baixa para a gente”.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">