11/10/2019 às 09h39min - Atualizada em 11/10/2019 às 09h39min

Bombeiros e brigadistas fazem rescaldo no Pico da Ibituruna, em Governador Valadares

Incêndio nesta quinta-feira (10) foi contido por volta das 22 h, oito pessoas trabalham para que chamas não reiniciem. Segundo major dos bombeiros, queimada foi criminosa.

Por Fernanda Freitas
G1
Após incêndio no Pico da Ibituruna, o Corpo de Bombeiros retorna ao local nesta sexta-feira (11) para realizar o rescaldo das áreas atingidas pelo fogo. Segundo o órgão, 12 pessoas, entre bombeiros militares e brigadistas do Instituto Estadual de Florestas (IEF), conseguiram conter as chamas por volta das 22 h desta quinta-feira.

Ainda de acordo com os bombeiros, ainda não foi realizada a medição das áreas atingidas dessa última queimada. Equipes de militares e brigadistas atuam nessa sexta-feira para evitar que focos de áreas atingidas reiniciem as chamas.

“Esse é o quarto foco de incêndio após o combate que ocorreu em setembro. É uma situação que estamos vivendo vários focos reiterados no Pico, seja na área de amortecimento ou de preservação, e a causa é humana. Nós não conseguimos identificar o autor, mas podemos adiantar que alguém colocou fogo. O incêndio ontem foi controlado devido a atuação enérgica dos bombeiros e dos brigadistas do IEF, combatemos rápido para evitar mais estragos. Mas a população pode ajudar, se vir alguém colocando fogo, ligue para o 190 da Polícia Militar e para 193 do Corpo de Bombeiros e denuncie. Necessitamos de informação para auxiliar a polícia investigativa”, informou o comandante do 6º Batalhão do Corpo de Bombeiros, major Luciano Barbosa de Souza.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">