14/02/2020 às 09h44min - Atualizada em 14/02/2020 às 09h44min

Fortes chuvas colocam moradores em alerta, alagam cidades e causam prejuízos

Em Teixeira, na Zona da Mata, uma casa desabou. A chuva também provocou a cheia de rios e invadiu ruas e praças de pelo menos 40 cidades do estado.

Hérisder Matias
A Defesa Civil do Estado emitiu um alerta válido até às 10 horas da manhã desta sexta-feira (14), de tempestades severas de rápido deslocamento. O alerta de acumulados de chuvas mais significativos são para o centro/noroeste ao centro/sudeste do estado, abrangendo cidades como Patos de Minas, Divinópolis, toda a região metropolitana de Belo Horizonte, Outo Preto, Juiz de Fora, Viçosa, Manhuaçu e Vale do Aço. Em Teixeiras, município próximo a Viçosa, a forte chuva desta quarta provocou inundação em boa parte das ruas. O rio que corta a cidade transbordou e provocou a queda de uma casa.
Em Manhuaçu, a população acompanhou de perto a cheia do rio. Uma viatura da Polícia Militar acionou um alarme para chamar a atenção dos moradores.
O Rio Manhuaçu invadiu sobre as ruas das partes mais baixas da cidade, causando o alagamento de casas. Na região, a chuva provocou apreensão entre os moradores de Luisburgo e São João do Manhuaçu, onde moradores narraram a situação.
Em Raul Soares, a situação não foi diferente. O Rio Matipó transbordou e causou o alagamento das partes mais baixas da cidade. Em Córrego Novo, que já havia sofrido com uma enchente ocorrida em novembro do ano passado e com a tempestade que atingiu a região no final do último mês, voltou a registrar inundação de ruas e praças. Abre Campo também foi outra cidade a registrar fortes chuvas. Até às 10h da manhã desta sexta-feira, a previsão é de um acumulado entre 20 e 50 milímetros de chuva nas regiões de Governador Valadares, Caratinga, Aimorés, e regiões do norte de minas, triangulo e sul do estado.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »