02/03/2020 às 11h01min - Atualizada em 02/03/2020 às 11h01min

​Minas tem pelo menos 17 casos suspeitos de coronavírus, dois deles em Ipatinga

Fernanda Freitas

Minas Gerais registrou até este sábado pelo menos 17 casos suspeitos de coronavírus em sete regiões do Estado: Os pacientes estão sendo monitorados pela Secretaria de Estado de Saúde.

Em Ipatinga, no Vale do Aço, dois pacientes com sintomas da doença, de 55 anos cada um, estão sendo acompanhados por equipes médicas da cidade. O homem está internado em uma sala de isolamento no Hospital Municipal Eliane Martins. Já a mulher, inicialmente atendida no Hospital Márcio Cunha, também está isolada, mas em casa. De acordo com a Vigilância Sanitária de Ipatinga, os dois pacientes vieram da Europa e tiveram contato com pessoas e ambientes diversos na cidade de Torino, no Norte da Itália, região próxima à locais incluídos no rol de alerta para o novo vírus surgido na China. A secretaria esclareceu ainda que os dois pacientes tiveram material coletado e encaminhado para exame na Fundação Ezequiel Dias, em Belo Horizonte. A expectativa é que o resultado sobre a confirmação ou não da doença seja informado até a próxima quarta-feira (4).

A Secretaria de saúde de Governador Valadares descartou qualquer suspeita de coronavírus após o Hospital Municipal da cidade, atender a um paciente de 52 anos que teria tido contato com pessoa de naturalidade chinesa. O homem passou por uma avaliação médica, e o hospital descartou todas as hipóteses da suspeita de coronavírus.

Em Caratinga Nenhum caso suspeito da doença foi confirmado. Neste final de semana, a morte de uma jovem de 19 anos de Imbé de Minas, atendida na Upa de Caratinga levantou rumores de que havia suspeita da doença. No entanto, em nota oficial, a UPA informou que a paciente deu entrada com um quadro de infecção de ouvido. A evolução do quadro e a causa morte ainda não pode ser informada pois ainda há protocolos a serem realizados. Embora a causa da morte esteja em investigação, em momento algum ela apresentou sintomas. Algumas pessoas questionaram o fato dos funcionários da UPA estarem utilizando luvas e mascaras, mas de acordo com informações obtidas pela TV Sistec, a medida foi tomada por precaução devido aos casos suspeitos em Ipatinga.

Diante da repercussão da doença, o bispo diocesano de Caratinga, dom Emanuel Messias de Oliveira, emitiu neste sábado uma orientação pastoral com precauções para a prevenção ao Coronavírus. Por medida de segurança, o bispo recomenda que as paróquias e comunidades tomem alguns cuidados extras durante as celebrações, para evitar doenças, como suspender o gesto do abraço da paz, rezar o Pai Nosso sem dar as mãos, distribuir a Sagrada Comunhão diretamente nas mãos dos fiéis sob uma única espécie, entre outros.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »