10/03/2020 às 09h20min - Atualizada em 10/03/2020 às 09h20min

​Homem é condenado a 21 anos de prisão por matar jovem encontrado carbonizado em Caratinga

Segundo ao Ministério Público, ele foi acusado por homicídio triplamente qualificado. O crime foi em setembro de 2018.

G1
Foi condenado a 21 anos de prisão o homem acusado de matar um jovem de 21 anos em setembro de 2018, em Caratinga. O corpo de Juliano Paulo Rodrigues foi encontrado carbonizado e com marcas de golpes de canivete.
 
O autor foi acusado pelo Ministério Público pela prática de homicídio triplamente qualificado, cometido por vingança, com emprego de tortura e mediante dissimulação, com a participação de quatro adolescentes.
 
Segundo a denúncia, a vítima foi colocada dentro do carro do acusado e passou a ser agredida quando implorava para que deixassem ir embora. O jovem também foi amarrado para não fugir e, pouco tempo antes de ser assassinado, foi empurrado para fora do veículo com chutes e socos. Depois, foi enforcado, esfaqueado e teve o corpo carbonizado.
 
“Para maioria, o Conselho de Sentença reconhece que o réu praticou o delito de homicídio qualificado por motivo torpe, já que buscava retaliar a vítima por relacionamento mantido entre ela e sua então namorada; com emprego de tortura, uma vez que o autor desferiu golpes de canivete contra a vítima e ateou fogo no homem; mediante dissimulação e emboscada, já que o denunciado teria atraído o ofendido ao seu encontro para uma conversa com ele e a garota que namorava os dois”, explicou a nota do Ministério Público.
 
Quanto à corrupção de menores, o autor foi absolvido pela maioria. Ele foi encaminhado ao presídio.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »