27/03/2020 às 08h34min - Atualizada em 27/03/2020 às 08h34min

Veja como o CASU se estruturou para atender as demandas de Coronvírus em Caratinga

Lucas Humberto

O CASU Hospital Irmã Denise, tem sido o ponto de atendimento dos pacientes suspeitos de Coronavírus que apresentam quadros mais graves. Atualmente a unidade possui 30 leitos de Centro de Terapia Intensiva, onde 20 destes leitos são destinados ao tratamento das mais diversas doenças e 10 estão disponíveis exclusivamente para a assistência e cuidado aos pacientes com caso suspeito ou confirmado de infecção por coronavírus.

O Casu informou ainda que o Centro de Terapia Intensiva conta com estrutura para atendimento aos pacientes críticos e possuí todos os equipamentos para segurança (EPI’s) e condições de trabalho adequadas à equipe que trabalha no atendimento, especialmente, neste momento dos casos suspeitos ou confirmados de infecção pelo coronavírus.

Diante da pandemia que país vivencia, o protocolo de triagem atual da unidade funciona da seguinte maneira: ao ser classificado com sintomas gripais/respiratórios, o paciente é direcionado a um setor com consultório médico, setor de exames e medicação específico, não entrando em contato com outros pacientes que não se enquadram neste diagnóstico. Já para o paciente de condições clínicas habituais, não relacionadas a suspeita de possível infecção pelo coronavírus, existe um consultório médico, sala de exames e medicação específica.

O hospital informou ainda que os protocolos de assistência voltados ao paciente com suspeita ou confirmação da infecção pelo coronavírus estão em atividade constante, e que o CASU está compromissado com o atendimento à população de Caratinga e região.

Até o fechamento desta reportagem, o Hospital realizava o tratamento de três casos suspeitos na cidade. São três crianças, os gêmeos de um ano de vida e outra de 4 anos. O quadro clínico de todas é estável.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »