17/04/2020 às 09h25min - Atualizada em 17/04/2020 às 09h25min

Decreto suspende gratuidade do transporte coletivo para idosos nos horários de pico em BH

Medida restringe acesso de pessoas do grupo de risco nos horários em que os ônibus estão mais cheios.

G1
O prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PSD) determinou, nesta sexta-feira (17), a suspensão da gratuidade no transporte coletivo municipal para pessoas com mais de 65 anos. A medida foi publicada por meio de decreto e começa a valer na segunda-feira (20).

A decisão restringe o acesso de pessoas que se enquadram em um dos grupos de risco da Covid-19 nos horários em que os ônibus estão mais cheios. De acordo com a prefeitura, o horário de pico compreende o intervalo entre 5h e 8h59, na parte da manhã. E entre 16h e 19h59. Nas demais horas do dia, o passe livre é assegurado.

Em Belo Horizonte, a tarifa principal custa R$ 4,50, válida para os ônibus do sistema Move e linhas troncais, que têm origem nos bairros e destino na região central. Já as linhas circulares e alimentadoras (bairro a bairro), têm tarifa no valor de R$ 3,15. O transporte coletivo nas vilas e favelas custa R$ 1,00 para cada passageiro.

Além dessa suspensão, a Prefeitura de Belo Horizonte tornou obrigatório o uso de máscara dentro do transporte coletivo, assim como em toda a cidade. Nesse caso, a medida começa a valer na quarta-feira (22).
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">