28/04/2020 às 16h43min - Atualizada em 28/04/2020 às 16h43min

Minas Gerais tem maior aumento de mortes na pandemia em um dia; agora são 71 óbitos e 1.649 casos

Secretaria de Estado de Saúde informou, nesta terça-feira (28), que há 88 mortes suspeitas e mais de 79 mil casos em investigação.

G1
A Secretaria de Estado de Saúde (SES) informou, nesta terça-feira (28), que o número de mortes por coronavírus subiu de 62 para 71 em Minas Gerais. Foi o maior aumento de óbitos em 24 horas. Outros 88 óbitos seguem em investigação. O estado chegou a 1.649 casos confirmados de Covid-19 – 63 novos casos em um dia.
 
O informe epidemiológico ainda aponta que, até o momento, são 79.313 casos suspeitos.
 
Em Belo Horizonte, há 569 casos confirmados de coronavírus, sendo 14 mortes. Um estudo da UFMG apontou que, se não tivessem sido adotadas medidas preventivas de isolamento da população, a capital mineira teria 500 mil infectados até maio.

Perfil dos pacientes

A maioria dos pacientes que morreram em decorrência do novo coronavírus são homens: 37 dos 71 pacientes. E idosos: 57 deles têm mais de 60 anos e 14 têm menos. Além disso, 85% dos óbitos ocorreram em pacientes que já tinham fatores de risco, principalmente hipertensão, diabetes e cardiopatia.
 
Outros fatores de risco registrados foram pneumopatia, doença renal, transtornos mentais, doença neurológica, tabagismo, neoplasia, hipotireoidismo e doença genitourinária.
 
No início da pandemia, a Secretaria de Estado da Saúde (SES-MG) informava qual era a comorbidade de cada paciente que havia morrido com a Covid-19. Em abril, no entanto, a pasta parou de informar. Questionada, a SES disse que, pela "possibilidade de ocorrência em municípios de pequeno porte", "os pacientes podem ser facilmente identificados, quando descritas características específicas". "Assim sendo, no intuito de mantermos a confidencialidade das informações fornecidas pelos pacientes e/ou familiares, passamos a não mais divulgar o descritivo detalhado de informações por paciente".
 
O município com mais mortes até agora foi Belo Horizonte, com 14 casos. Em seguida, Uberlândia, no Triângulo Mineiro, com 7.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">