15/05/2020 às 08h29min - Atualizada em 15/05/2020 às 08h29min

​Assembleia Legislativa reconhece o estado de calamidade pública em Inhapim, Bom Jesus do Galho e mais 6 municípios do Rio Doce

Presidente da casa, deputado Agostinho Patrus, explica como o decreto pode ajudar no combate ao coronavírus

Segov
O presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado Agostinho Patrus, aprovou nesta quinta-feira (14), o projeto de resolução que reconhece o estado de calamidade pública em oito municípios do Rio Doce: São eles, Belo Oriente, Bom Jesus do Galho, Dores de Guanhães, Iapu, Inhapim, Peçanha, São João do Oriente e São Pedro do Suaçuí.

Segundo o presidente da ALMG, são 8 municípios que tem até agora 347 casos suspeitos e 1 confirmado. Ele destacou a preocupação da Assembleia com a saúde dos municípios do Vale do Rio Doce e com o crescimento da pandemia, para que a população tenha a possibilidade de ser bem atendida. E explicou que o decreto de calamidade pública auxilia os prefeitos que já o decretaram dentro de seu município a cumprir algumas obrigações junto ao governo federal e que existem linhas de créditos e de recursos para os municípios que só são liberadas mediante a aprovação do decreto.

Diante da aprovação, os municípios vão poder contratar mais pessoas, fazer mais investimentos na área da saúde, estruturando melhor os hospitais e dando melhor condições de trabalho aos profissionais da área da saúde para que a população seja bem atendida.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">