28/05/2020 às 08h43min - Atualizada em 28/05/2020 às 08h43min

Conselho Municipal de Educação define data de retorno às aulas em Ipatinga

Aulas não-presenciais serão retomadas dia 15 de junho, com conteúdo disponibilizado em plataforma online ou em atividades impressas para estudantes que não têm acesso à internet.

G1
O Conselho Municipal de Educação de Ipatinga (MG) definiu nesta quarta-feira (27) a data de retorno das atividades para os estudantes da rede municipal de ensino. As aulas serão retomadas de forma não-presencial no dia 15 de junho.
 
De acordo com o município, atividades serão disponibilizadas em plataforma online. Para os alunos que não possuem internet em casa, que representam 60% dos estudantes da rede municipal, o conteúdo impresso será disponibilizado nas escolas.
 
Segundo o Conselho, a retomada está respaldada em orientações do Ministério da Educação e Conselho Nacional de Educação nas últimas semanas.
 
O foco está em preservar a carga horária de 800 horas letivas para o ano e evitar que os estudantes do ensino público municipal fiquem ainda mais prejudicados em relação à rede privada, que já retomou as atividades.
 
As atividades

De acordo com o município, o conteúdo para alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental será disponibilizado pela plataforma “Estude em Casa”, a qual conterá materiais didáticos, atividades, vídeos e outros instrumentos pedagógicos digitais complementares.
 
Para os estudantes do Ensino Fundamental que não têm acesso à internet em casa, todo o conteúdo válido para o ano letivo será disponibilizado de forma impressa, em cadernos de atividades entregues aos pais nas escolas.
 
As turmas de Educação Infantil também receberão conteúdo, online ou impresso, mas sem o objetivo de substituir as aulas presenciais, uma vez que a carga horária dos primeiros anos da Educação Infantil é 40% menor em relação à do Ensino Fundamental.
 
Já as escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI) seguirão o parecer 05/2020 do Conselho Nacional de Educação, que recomenda orientar os pais para realizarem atividades lúdicas com os filhos, uma vez que o uso de telas não é o recomendado para essa faixa etária.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">