21/07/2020 às 09h45min - Atualizada em 21/07/2020 às 09h45min

Liga da Justiça: o que sabemos sobre a versão de Zack Snyder

Diego Denck
Tecmundo
O filme da Liga da Justiça era um dos mais aguardados pelos fãs de quadrinhos, mas quando foi lançado, em 2017, a recepção não foi das mais calorosas. Problemas na produção fizeram com que o diretor Zack Snyder pulasse fora do projeto, que foi assumido por Joss Whedon – ele já havia acertado com Os Vingadores, mas o tiro quase nunca cai no mesmo lugar. Whedon deu sua própria visão para a história, mudando bastante aquilo que Snyder tinha planejado.
 
Desde então, os fãs esperam uma versão do diretor inicial, que deve sair finalmente em 2021. Até mesmo uma petição online pressionou o estúdio para lançar a visão de Snyder. A hashtag #ReleaseTheSnyderCut tomou conta das redes sociais. Em 2019, no aniversário de 2 anos do lançamento do filme, até mesmo os atores Ben Affleck e Gal Gadot, além do diretor, subiram a hashtag em seus perfis, dando uma maior voz aos fãs.
 
Finalmente, em maio deste ano a Warner resolveu ceder à pressão e anunciou que Snyder estava trabalhando para entregar o projeto da maneira que ele vislumbrou. Desde então, muitas perguntas surgiram e algumas dúvidas permanecem. Confira o que já se sabe sobre a nova versão de Liga da Justiça:
 
Darkside aparece

O principal vilão da DC Comics dá as caras na Liga da Justiça de Snyder. Ele foi interpretado por Ray Porter através de captura de movimento. O personagem aparece em um clipe exibido pelo próprio diretor em seu Twitter, mostrando a Mulher-Maravilha em uma caverna e o vilão no topo de um vulcão. Ainda não se sabe como sua presença altera a história do filme.
 
Data de lançamento

A ideia da Warner é lançar a produção no início ou nos meados de 2021. O anúncio foi feito por Sandra Dewey, presidente de produções e operações comerciais da WarnerMedia Entertainment, em junho.
 
Onde vai estar disponível?

Não espere pagar um ingresso de cinema para ver o novo Liga da Justiça: a produção será exclusiva do HBO Max. Inclusive, esse deve ser um dos mais potentes títulos a trazer assinantes para esse serviço de streaming. Também não está previsto o lançamento em Blu-Ray ou outra forma física.
 
Qual será a duração?

O filme de Joss Whedon chegou aos cinemas com 120 minutos, após boatos de que a Warner teria lutado para não ter uma produção com mais de 2 horas de duração. Só que isso fez muita coisa boa pode ter ficado na sala de edição. Snyder também disse que um tempo maior seria necessário para explorar melhor os personagens e teria finalizado seu corte em 214 minutos – ou 3h34.
 
Afinal, será um longa-metragem?

Com a questão da duração ampliada, abre-se uma nova possibilidade: transformar o filme em uma minissérie. Snyder inclusive teria demonstrado entusiasmo nesse formato, falando sobre episódios e cliffhangers com os executivos da WarnerMedia. Isso ainda é uma especulação e, no final, a obra pode ser lançada como filme.
 
Quanto irá custar a nova versão?

A produção deve consumir mais US$ 20 ou US$ 30 milhões. Isso é um investimento gigantesco para um projeto que será reeditado, mas a WarnerMedia parece estar apostando alto. O valor seria para contratar toda a equipe de pós-produção que já trabalhava com Snyder.
 
 
Incluirá refilmagens?

O orçamento milionário não será destinado a gravar novas cenas. Reunir o elenco principal seria difícil a essa altura do campeonato, e a pandemia de covid-19 também inviabilizou novas filmagens. Assim, Snyder vai trabalhar com o material que já possui, podendo investir o orçamento em efeitos especiais aprimorados.
 
Como fica a trilha sonora?

Uma das mudanças entre as versões de Snyder e Whedon é na questão da trilha sonora: a que chegou aos cinemas foi composta por Danny Elfman. Entretanto, Tom Holkenborg, também conhecido como Junkie XL, teria finalizado sua versão enquanto Snyder ainda era diretor, e é ela que deve estar presente na produção.
 
Os personagens

A versão que chegou aos cinemas teve a façanha de apresentar personagens como Aquaman, Flash e Cyborg, não agradando muitos fãs. Snyder pretende que o desenvolvimento de todos seja mais harmônico, como ele previa inicialmente.
 
Como a produção se encaixa no DC Universe?

Em uma entrevista recente, Snyder explica que sua versão pode integrar uma espécie de multiverso da DC. O diretor vê a obra como um complemento de seus filmes anteriores na saga, Homem de Aço e Batman vs Superman, mas também diz compreender o poder da DC em manter diversas realidades – algo já visto nos quadrinhos.
 
Quando será lançado um trailer?

Ao que tudo indica, até a próxima semana os fãs poderão matar a curiosidade de ver mais cenas da nova versão de Liga da Justiça. Snyder deu a entender que irá compartilhar um pequeno clipe na próxima Justice Con, que acontecerá no sábado (25). Ainda não deve ser um trailer completo, mas já pode atiçar ainda mais a ansiedade.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »