30/07/2020 às 09h27min - Atualizada em 30/07/2020 às 09h27min

Austrália nomeia novas espécies de insetos em homenagem à Marvel

Ricardo Isídio
Tecmundo
No último ano, a Organização de Ciência e Pesquisa Industrial da Commonwealth (CSIRO) catalogou 151 novas espécies de insetos na Austrália e nomeou alguns deles em referência a famosos personagens da Marvel nos quadrinhos e no cinema. As homenagens foram feitas para Deadpool, Viúva Negra, Thor, Loki e até para o criador de populares figuras da editora, Stan Lee.
 
Uma mosca de ladrão foi chamada de Deadpool por apresentar características visuais similares ao mercenário tagarela, como cores e desenho da máscara. Segundo Bryan Lessard, entomologista da agência, seu nome científico é Humorolethalis sergius, pois traz um sentido de "humor letal, derivado do latim humorosus, que significa molhado ou úmido, e lethalis, que significa morto".
 
Outros exemplos são tipos de moscas denominadas Daptolestes feminategus, descrição com o significado de "mulher que veste couro" em referência à clássica vestimenta da Viúva Negra. No caso da Daptolestes bronteflavus, a tradução é "trovão loiro", como tributo a Thor; enquanto Daptolestes illusiolautus faz alusão ao Deus da Trapaça e Travessura, Loki. Vale ainda apontar a Daptolestes leei, para homenagear Stan Lee, devido às suas características de usar óculos escuros e ter bigode branco.
 
"Estamos interessados em identificar novas espécies de insetos que possam ser polinizadores, recicladores de nutrientes ou a próxima fonte de alimento para apoiar o setor agrícola. Ser capaz de fazer isso e diferenciá-las permite que os especialistas aprendam mais sobre elas e ajudem a salvar vidas", disse o comunicado da CSIRO.
 
Conforme Lessard, apenas 25% dos insetos australianos são conhecidos pela ciência. Com isso, quanto mais tipos forem nomeados, melhor será o entendimento de seus papéis na natureza e sociedade. "Sem um nome científico, essas espécies são invisíveis para a ciência", ressaltou.
 
"Descobrimos uma nova espécie de vespa-aranha que só é encontrada em uma área que foi muito afetada por incêndios florestais neste verão, então agora podemos monitorar cuidadosamente sua recuperação", destacou Juanita Rodriguez, especialista da área. Ela acrescentou que alguns venenos produzidos por esses insetos podem ser úteis no tratamento de Alzheimer e epilepsia.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »