30/07/2020 às 10h33min - Atualizada em 30/07/2020 às 10h33min

Polícia civil realiza operação via láctea contra quadrilha de Ipanema

Lucas Humberto
Após meses de investigações, a Polícia Civil realizou nesta quarta-feira (29/07) uma operação denominada “Via Láctea” para cumprir mandados de prisão contra suspeitos envolvidos no roubo de diversas cargas de laticínios e de caminhões.

As investigações tiveram início após o roubo armado de um caminhão que levava uma carga de Muçarela de 5.500 kg, da empresa de laticínios Delbom que transitava pela Rodovia BR 474, sentido Ipanema x Aimorés no dia 25 de março de 2020. O motorista foi rendido e mantido em cárcere privado durante quase metade do dia, sendo liberado apenas na zona rural de Caratinga, próximo a Santana do Paraíso. Outros dois roubos com o mesmo padrão aconteceram contra uma Cooperativa de Ipanema, em áreas próximas a Belo Horizonte.

Com o avanço das investigações, buscou-se fechar o cerco contra a quadrilha que orquestrava os crimes, que atuava em Minas Gerais, no Rio de Janeiro e no Espírito Santo. A carga estaria sendo comercializada de forma ilegal no Espírito Santo, e com o auxílio da Polícia do estado, foi localizado parte da carga de muçarela, que culminou com a prisão em flagrante de vários receptadores no dia 15 de abril de 2020. No dia 21 de abril, foi localizado o caminhão roubado, mas faltando diversas peças.

Nesta quarta-feira, foram presos 4 investigados, dois em Belo Horizonte, um em Ipanema e um em Ipatinga. 25 policiais civis participaram da operação. O delegado de Polícia Alfredo Reis deu detalhes da operação.

A polícia informou ainda que o investigado preso em Ipanema é Alex José da Silva, de 45 anos, e é vereador no município. De acordo com as investigações, ele era o responsável por escolher a carga a ser roubada e repassar todas as demais informações ao restante da Organização Criminosa, ficando com parte do dinheiro produto dos crimes. Ele já era investigado como suspeito do furto de um veículo da câmara municipal da cidade, em Agosto de 2019. Na casa de Alex também foram encontradas peças do caminhão roubado no dia 23 de março, como o Delegado explica.

A Polícia Civil informou ainda que a investigação será concluída nos próximos dias e o inquérito policial remetido à Justiça. Os presos foram encaminhados ao Sistema Prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »