12/03/2019 às 11h08min - Atualizada em 12/03/2019 às 11h08min

Homem acusado de matar um jovem de 16 anos em Passa Dez é julgado

Crime aconteceu em outubro de 2017

Jordana Keller
Durante toda manhã desta terça-feira (12/03) no Fórum de Caratinga, aconteceu o julgamento de Sergio Reis Gonçalves, de 40 anos,  acusado pelo ministério público de homicídio qualificado por motivo fútil, conforme consta no artigo 121, parágrafo segundo, inciso segundo. O autor do crime já foi condenado e cumpriu pena durante 6 anos por um outro homicídio. Antes do julgamento começar, amigos e familiares vestiram camisas com a foto do jovem, Mateus Moreira Gonzaga, em sinal de protesto e pedindo por justiça. Segundo dona Sonia, mãe do jovem que foi morto com apenas 16 anos, o filho era uma boa pessoa e não dava nenhum tipo de trabalho.

O crime aconteceu em outubro de 2017. Mateus foi assassinado na porta da casa de uma amiga, no distrito de Passa Dez, em Bom Jesus do Galho. Em depoimento à justiça, a amiga que estava com ele no momento do crime, disse que a vítima e o assassino eram amigos e que começaram a discutir por um motivo bobo, até que o autor, Sérgio Reis Gonçalves, de 40 anos, disse que ia dar um tiro em Matheus. Ele teria ido até sua casa, pegado uma arma de fogo e disparado na direção do jovem. Mateus foi atingido no peito. Segundo o autor do crime, e a testemunha, a discussão começou quando Sergio teria chamado Matheus de “ladrãozinho” por que o jovem havia trapaceado em um jogo de sinuca na semana anterior.

Matheus por sua vez teria dito a Sergio que ele não era homem, pois abandonou o jogo de sinuca após perder várias partidas.

A mãe de um amigo de Matheus, diz que ele dormiu na casa dela um dia antes do acontecido, e que frequentava sua casa e era muito querido por todos.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">