21/08/2020 às 09h18min - Atualizada em 21/08/2020 às 09h18min

Especialista esclarece como pessoas que trabalham com cultura podem pedir auxílio do governo

Matheus Aguiar
Um decreto editado na última terça-feira pelo presidente, regulamentou a transferência dos R$ 3 bilhões de incentivo para estados e municípios. Compete agora aos Estados à distribuição da renda emergencial mensal de R$ 600,00 aos trabalhadores da cultura. Já o auxílio para a manutenção de espaços artísticos e culturais e instituições ligadas à cultura deve ser repassado pelos municípios.
 
Além do auxílio mensal aos trabalhadores, e do benefício para manutenção dos espaços, a lei Aldir Blanc prevê ainda linhas de créditos para fomento em atividades culturais. De acordo com a Secretaria de Estado de Cultura, o município de Caratinga deve receber mais de R$ 655 mil reais. Para a utilização dessa verba, será preciso que a administração pública promova também editais para aprovação projetos. Além de atriz, a Miriam é também formada em dança e pós graduada em Gestão Cultural. Segundo está sendo formado um conselho de cultura para operacionalizar essas ações e movimentar um plano para a cidade.

Caratinga é nacionalmente conhecida por nomes como o do cantor Agnaldo Timóteo e do desenhista e escritor Ziraldo. Atualmente, a cidade não conta com uma Secretaria de Cultura independente. Miriam defende que, com a chegada dessa lei, é esperado que o setor cultural do município se torne ainda mais ativo, e a partir daí os artistas caratinguenses ganhem uma maior visibilidade. 

A arte tem tido seu papel revisto nesse momento de pandemia. As lives, de certa forma, mesmo a distância, aproximaram cantores do seu público. Com a quarentena, e a interrupção de muitos setores, o tempo para assistir séries e filmes aumentou para algumas pessoas. Além disso, o desenvolvimento de práticas artísticas tem sido muito indicado por psicólogos nesse momento. Todas essas referências apontam também para o grande valor econômico que a indústria cultural tem no país.

Para os trabalhadores da cultura que estiverem interessados em receber o auxílio mensal, o cadastro pode ser feito pelo site: http://www.cultura.mg.gov.br/leialdirblanc. Recentemente, a Míriam ofereceu um curso sobre essa lei, e ela se disponibiliza para ajudar os artistas que estiverem interessados em desenvolver projetos.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">