21/08/2020 às 09h54min - Atualizada em 21/08/2020 às 09h54min

Governo prevê reabertura das academias para municípios que estão no Minas Consciente

Matheus Aguiar
A flexibilização foi deliberada na última terça-feira (18/8) pelo Comitê Executivo, que analisou o cenário atual da pandemia e identificou a possibilidade de antecipar a reabertura do setor. Mesmo assim, o funcionamento completo desses estabelecimentos só será permitido na Onda Verde e os protocolos da Onda Amarela serão mais restritivos, como por exemplo: o horário de cada aluno deve ser agendado; o estabelecimento deve fechar a cada duas horas ao longo do dia para limpeza; a academia deverá ter um termômetro na entrada, e o distanciamento entre equipamentos deverá ser de pelo menos 3 metros. O governador Romeu Zema destacou que a decisão considerou, principalmente, a saúde dos mineiros e que as regras de higiene e distanciamento serão criteriosas. Ele lembrou ainda que 20% das academias do Brasil estão em Minas Gerais, o que aponta para a relevância econômica do setor.

Outra mudança deliberada pelo Comitê Executivo foi a transferência também das agências de viagem da Onda Verde para a Onda Amarela do plano. O grupo considerou que a atividade não tem risco de grandes aglomerações, além de serem importantes para garantir viagens de negócios e o fortalecimento de outras cadeias produtivas, como aeroportos, hotéis e pousadas. O governo também avaliou que a abertura das agências permitirá que as pessoas programem viagens futuras.

O município de Caratinga ainda não aderiu ao plano Minas Consciente, e também segue sobre o embargo de uma liminar judicial. Desta forma, as academias da cidade seguem impossibilitadas da reabertura. De toda forma, de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, Caratinga entraria na zona vermelha. Os critérios para essas zonas, segundo o governo estadual, são:
- Taxa de Incidência Covid-19;
- Taxa de Ocupação de leitos UTI Adulto;
- Taxa de Ocupação por Covid-19;
- Leitos por 100 mil habitantes;
- Positividade atual RT-PCR;
- % de aumento da incidência;
- % de aumento da positividade dos exames PCR.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »