03/09/2020 às 09h43min - Atualizada em 03/09/2020 às 09h43min

Amigos próximos, ritual de Victor, fé dos atletas: funcionários revelam bastidores do vestiário do Atlético-MG

Roupeiro e massagista revelam detalhes do ambiente que recebe os jogadores antes e depois dos jogos; "mapa" do vestiário favorece a resenha dos jogadores com maior afinidade

Redação do GE
Globoesporte MG
O Atlético-MG conquistou seu 45º título mineiro no último fim de semana, ao vencer o Tombense, no Mineirão, por 1 a 0. Como de costume, o clube divulgou um vídeo com imagens de bastidores da vitória. Por se tratar de um título, a produção foi mais longa, inclusive com entrevistas (veja abaixo). Além de atletas, funcionários participaram do vídeo. Dois deles - o roupeiro Luciano Caxeado e o massagista Alexandre William - revelaram bastidores do vestiário atleticano.
- Começamos no dia anterior, com a conferência das camisas, o short, meião de jogo, camisa térmica, tudo que o jogador utiliza no jogo. No dia anterior a gente começa a arrumar o material, pra estar tudo certinho. Procuramos chegar três horas antes da partida. Como é uma final, pra não correr o risco de esquecer nada, a gente sai até mais cedo - conta Luciano.
 
O roupeiro revelou que o "mapa" do vestiário leva em conta, inclusive, a afinidade entre os atletas.
- Geralmente, a gente coloca os goleiros próximos um do outro, até pela troca de informação. O zagueiro próximo do outro zagueiro, pra trocar uma ideia de como eles vão atuar em campo. E tem aqueles que já são amigos inseparáveis. A gente procura deixar um perto do outro, pra resenha deles fluir mesmo.
 
Ritual de Victor

 
O massagista Alexandre William revelou um detalhe curioso: Victor, goleiro e ídolo do Atlético, tem um "ritual" no processo de bandagem.
 
- Ele tem um trabalho todo diferenciado, porque ele gosta que a bandagem dele seja feita primeiramente no pé esquerdo, depois o direito. Tem sempre um ritual, um jeito de fazer.
 
Mesa da fé
 
As imagens produzidas no vestiário atleticano sempre mostram uma mesa que é separada para imagens de santos, bíblia e velas. Alexandre revelou de onde as imagens vêm. E contou que o espaço é usado pelos atletas especialmente no pós-jogo.
 
- Eu sou devoto de São Sebastião, então eu trouxe a imagem de São Sebastião, que aqui não tinha, e alguns atletas já deixaram (imagens). O Belmiro sempre traz algum, o Seu Eduardo (ex-massagista, demitido em maio) deixou algumas pra nós. Isso é uma montagem nossa. Alguns atletas gostam de fazer aquela oração pré-jogo, principalmente pós-jogo, de agradecimento.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">