29/09/2020 às 11h07min - Atualizada em 29/09/2020 às 11h07min

Quer começar a produzir seu próprio alimento? Veja as dicas de uma pesquisadora da Epamig

Matheus Aguiar
Com grande parte da população, sobretudo os jovens, passando mais tempo dentro de casa, o interesse pelo cultivo de espécies de hortaliças que possam ser consumidas no dia a dia cresceu. Salsinha, cebolinha, hortaliças não convencionais como peixinho, vinagreira, azedinha e physalis e até algumas frutíferas como pitanga e amora são alguns dos exemplos de plantas usadas na culinária do dia a dia e que podem ser cultivadas em pequenos jardins e até em vasos. De acordo com a pesquisadora em agroecologia da EPAMIG, Wânia Neves, todas as espécies de hortaliças podem ser cultivadas em espaços domésticos. Em primeiro lugar, é preciso se atentar para o local onde as plantas irão ficar.

A escolha do recipiente e da semente e a manutenção de água e luz solar são alguns dos passos que devem ser considerados para quem quer ter uma horta em casa. Um vaso inadequado pode impedir o desenvolvimento completo da planta. A regra básica para a escolha dos recipientes de plantio é: raízes curtas, vasos pequenos e rasos; raízes longas, vasos largos e profundos. 

Até as frutas podem ser cultivadas em casa, porém é necessário fazer uso de recipientes maiores. De acordo com a pesquisadora, as mais comuns são pitanga e amora, mas outras, como limão e até jabuticaba, também conseguem ser produzidas em vasos. Ela aconselha que, no caso das frutas, para melhor rendimento, é indicado adubar com adição de matéria orgânica, como esterco de boi ou adubo mineral com NPK. 

O plantio pode ser iniciado a partir de sementes adquiridas em lojas especializadas, ou mesmo de mudas, também encontradas em casas de produtos agrícolas, floriculturas ou com um parente, amigo, ou até vizinho. A pesquisadora lembra que é importante prezar pelas mudas ou sementes de plantas sadias, já que tanto a genética quanto as doenças adquiridas podem passar para o novo cultivo. Após o plantio, a irrigação precisa ser feita constantemente, mas adequada ao clima, a necessidade da planta e a drenagem do solo.    

Diversos modelos de jardins, que cabem até em pequenos apartamentos, podem render uma boa experiência de cultivo. Algumas opções são sustentáveis e podem ser feitas em casa utilizando material reciclável. Usando garrafas PET, ou canos de PVC, com a ajuda apenas de uma furadeira, já é possível ter um resultado muito bonito e prático. Além do aprendizado sobre plantas, da reciclagem de material, o cultivo também pode render uma economia na compra de alimentos.



Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">