03/12/2020 às 14h32min - Atualizada em 03/12/2020 às 14h32min

PESQUISADORES RELEMBRAM FATOS HISTÓRICOS E ANALISAM FUTURO DO ESTADO

Matheus Aguiar
O desbravamento na região que hoje compreende o estado de Minas Gerais se iniciou no século XVI, por meio do trabalho dos bandeirantes, em busca de ouro e pedras preciosas. Naquele período histórico, a capitania de Minas Gerais conquistava o posto de centro econômico da colônia.

No início do século XVIII, a região tornou-se um importante centro econômico da colônia, com rápido povoamento. A miscigenação entre nativos e colonizadores, bem como de grupos de outras regiões já consolidadas, se tornou parte do DNA do estado. A importância de Minas Gerais abarca inclusive a história da humanidade. Nos anos 70, foi descoberto na região metropolitana de Belo Horizonte, o fóssil humano mais antigo já encontrado na América do Sul.

Embora parte da riqueza mineral do estado tenha servido para promover o desenvolvimento europeu, sobretudo nas revoluções industriais, Minas tem um papel essencial no Brasil. Com o fim da exclusividade da extração de ouro, outras atividades surgiram na região, como a cafeicultura e a pecuária. Além disso, a posição estratégica permite uma atenuação dos estremos do país, conferindo a nós o famoso ‘jeitinho mineiro’. 

As características do estado e de seu povo, garantem a Minas uma forte influência no cenário político brasileiro. Ao todo, nove presidentes mineiros já foram eleitos. Sendo um verdadeiro laboratório das tendências nacionais, o Estado precisa ser avaliado com especial atenção neste período de intensa mudança política pela qual passa o Brasil. 

O estado, mais precisamente o leste mineiro, se tornou tema inclusive do livro mais recente escrito por Hélio Amaral. Situado nesta região, Caratinga também tem uma relevância grande para o desenvolvimento de Minas, desde o início de seu desenvolvimento.

Fato é que a preservação cultural não tem sido a prioridade da gestão de grande parte dos governantes. Tanto que o fóssil raríssimo encontrado em Minas foi atingido pelo incêndio que destruiu o Museu Nacional no Rio de Janeiro. É importante preservamos cada relato, história e costume para que Minas Gerais continue tendo história para contar nos próximos 300 anos.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »