04/12/2020 às 13h03min - Atualizada em 04/12/2020 às 13h03min

PROFISSIONAIS EM HOME OFFICE CORRESPONDEM À 20% DOS RENDIMENTOS NO BRASIL

Matheus Aguiar
As estimativas para setembro apontam que os trabalhadores exercendo suas atividades de forma remota foram responsáveis por 20% da massa de rendimentos efetivamente recebida por todos os trabalhadores ocupados no país. Os profissionais em home office receberam um quinto dos R$ 176,7 bilhões que correspondem à massa total de rendimentos recebidos por todas as pessoas ocupadas no país. Para se ter uma ideia da proporção atingida pelo trabalho remoto no Brasil, o pesquisador Geraldo Góes ressaltou que a massa salarial é equivalente aos rendimentos gerados pelo setor público nacional.

Isso representa 10,7% das 82,9 milhões de pessoas ocupadas e não afastadas. O estudo mostrou que, em setembro, a maioria das pessoas em trabalho remoto no Brasil era do sexo feminino (57%), da cor branca (65,4%), com nível superior completo (76,1%) e idade entre 30 e 39 anos (31,6%). Há um predomínio do setor formal no trabalho remoto (84,1%), que equivale a 6,8 milhões de pessoas, enquanto os outros 15,9% dos trabalhadores estavam na informalidade (1,3 milhões de pessoas). Na divisão por atividade, 44,4% das pessoas em home office estavam em atividades de serviços, 37,7% no setor público, 7% na indústria e 5,2% no comércio.

Hugo trabalha em home office desde março, no início das medidas restritivas contra a pandemia. A decisão foi da própria empresa em que ele trabalha como forma de reduzir o número de profissionais no mesmo espaço e resguardar os funcionários.
O estagiário relatou que a conexão de internet é uma das principais barreiras que comprometem o trabalho remoto. O ponto positivo está na flexibilidade de horários.

Ainda de acordo com o estudo, a maior parte das pessoas que trabalharam nesse modelo em setembro são de classe média alta. Nesse sentido, o espaço e os equipamentos necessários para se ter um bom desempenho em casa, se torna uma barreira para a maior parte da população. Na opinião de Hugo o home office deve ser uma modalidade temporária apenas enquanto perdurarem as medidas de distanciamento. 



 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »