17/12/2020 às 09h31min - Atualizada em 17/12/2020 às 09h31min

PROJETO CRISTO EM AÇÃO PROMOVE CAMPANHA DE NATAL SOLIDÁRIO

Matheus Aguiar
O projeto foi criado em fevereiro deste ano, vindo a calhar justamente quando a pandemia tinha seus primeiros casos no Brasil. A crise que tornou a vida das famílias mais pobres ainda mais difícil, teve um alento na comunidade da Portelinha a partir da chegada do Cristo em Ação.
 
Thaís Mendes é voluntária do projeto desde sua fundação, e é responsável pelo ensino religioso para as crianças e adolescentes. Os assistidos tem aulas de reforço escolar, cidadania, artes, música e atividades físicas. A educação é muito importante, mas as vezes é difícil estudar e até brincar quando a alimentação não é adequada. Nesse sentido, os voluntários do Cristo em Ação também se preocupam em levar alimentos para aqueles que estão cadastrados no projeto.
 
A realidade social das famílias que moram na Portelinha é muito distinta daquelas que moram na zona central de Caratinga. Até porque, a infraestrutura básica que boa parte dos bairros recebem está longe de chegar na comunidade. Esgoto a céu aberto, lixo espalhado, falta de asfaltamento, distância de unidades básicas de saúde...Tudo isso evidencia como as políticas públicas são um reforço muito grande para as desigualdades latentes na nossa sociedade. Mas enquanto isso tudo acontece, projetos voluntários como é caso do Cristo em Ação tem papel fundamental em ajudar na superação dessas dificuldades. As atividades movidas pelos voluntários acontecem todos os dias.
 
E nesse fim de ano, o projeto também está planejando uma ação especial voltada para o natal das crianças e adolescentes assistidas.
 
Quem quiser ajudar nessa campanha deve entrar em contato com a Thaís pelo (033) 98701-1471, ou com a Daniela pelo (033) 99835-0365. A arrecadação vai até a próxima sexta-feira, e além de alimentos, podem ser doados também brinquedos e roupas. O Cristo em Ação tem também uma conta no banco Sicoob, agência: 0001-9, poupança: 63.543.671-0, CNPJ: 23.186.999/0001-00.
 
Atualmente, o projeto conta 15 voluntários, e para que o trabalho continue acontecendo, a mobilização de mais pessoas é essencial.



Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »