23/12/2020 às 09h02min - Atualizada em 23/12/2020 às 09h02min

PESQUISA APONTA QUE 46% DAS PESSOAS DEVEM PRESENTEAR A SI MESMAS NESTE NATAL

Matheus Aguiar
A expectativa é de que 72 milhões de pessoas comprem algum presente para si mesmas neste fim de ano. É o que mostra uma pesquisa divulgada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, a CNDL, maior entidade representativa do comércio. A pesquisa é nacional, mas também reflete em Caratinga.

Em um Natal atípico por conta da pandemia da Covid-19, muita gente mudou a forma de comemorar a data. Wanda Pereira é proprietária de uma loja de roupas da Avenida Olegário Maciel, no centro da cidade, e confirma a pesquisa.

De acordo com a pesquisa, entre os que estão dispostos a comprar presentes para si mesmos, 39% justificam ser uma recompensa por terem trabalhado muito em 2020. Além disso, o hábito de se autopresentear é comum no fim do ano, tanto pelo aspecto emocional em suprir uma necessidade, quanto à reconfortante ideia do “eu mereço”.

O gasto médio do presente será de R$ 163, sendo que 41% têm intenção gastar até R$ 150 com cada item. Em média, a pesquisa mostra que os consumidores planejam comprar dois presentes para si próprios. Entre os itens mais desejados, as roupas aparecem na primeira colocação, com 54%, seguidos dos calçados (34%), perfumes e cosméticos (24%), acessórios (19%), smartphones (15%) e livros (12%).

Segundo Wanda, a loja está trabalhando com toda a segurança que o momento pede: uso de máscaras e álcool em gel. Devido à pandemia, as aglomerações devem ser evitadas. Por isso, Wanda aconselha os consumidores a não deixarem as compras para a última hora a fim de evitar um grande fluxo de pessoas. Wanda destaca que, caso não queira ir pessoalmente até a loja, o cliente tem a opção de realizar suas compras por meio do WhatsApp e recebê-las em casa.

Wanda aproveitou a ocasião e deixou algumas dicas de presentes.



Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »