14/01/2021 às 15h36min - Atualizada em 14/01/2021 às 15h36min

Suspeito de estuprar adolescente de 13 anos e fazer ameaças com pitbull é preso em Contagem: 'Violentada de forma brutal'

Jovem tem 20 anos e foi detido nesta quarta-feira (13). Investigações apontam que crime aconteceu na casa dele.

G1
Um jovem, de 20 anos, foi preso por suspeita de estuprar uma adolescente, de 13, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Os detalhes do caso foram divulgados pela Polícia Civil nesta quinta-feira (14).

As investigações apontam que o crime aconteceu na casa do suspeito, no bairro Parque São João, no dia 24 de novembro de 2020. Segundo o delegado César Monteiro, a adolescente foi “violentada de forma brutal”.

De acordo com a delegada Laise Rodrigues, por causa da violência usada durante o abuso, a garota precisou ser submetida a uma cirurgia.
A Polícia Civil passou a investigar o caso depois que uma irmã da adolescente procurou a delegacia. A vítima contou que ela e o suspeito são conhecidos e moram perto.

Segundo o relato da garota, no dia do crime, ela e outros três amigos foram chamados pelo rapaz para ir até a casa dele.
Chegando ao imóvel, o suspeito teria soltado três cães da raça pitbull como forma de ameaçar o grupo. Com medo, os três amigos da adolescente foram embora. De acordo com a delegada, o estupro aconteceu depois disso.

O suspeito foi detido nesta quarta-feira (13) depois de a polícia acionar a Justiça e pedir a prisão preventiva dele. Segundo Laise, ele confessou que manteve relação sexual com a garota, mas disse que houve consentimento.

“Ao prestar declarações em cartório, ele confirma que praticou a relação sexual com a menor, mas alega que foi de forma consentida. Mas vale ressaltar que, mesmo de forma consentida, manter relação sexual com menor de 14 anos é crime. Embora não seja esse o caso, porque ficou claro que a vítima resistiu e não queria ter relação sexual com esse indivíduo”, disse a delegada.

O rapaz já tinha passagem pela polícia. De acordo com a delegada, ele é investigado por envolvimento na morte de um policial militar, ocorrida em 2018 no bairro onde mora. Ele teria sido responsável por guardar a arma do crime.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">