28/03/2019 às 08h53min - Atualizada em 28/03/2019 às 08h53min

Rodriguinho marca mais uma vez, e Cruzeiro derrota Deportivo Lara pela Libertadores

Não foi de goleada, como nos últimos três jogos na temporada, mas o Cruzeiro voltou a vencer nesta quarta-feira. Com gols de Rodriguinho e Jadson, o time celeste bateu o Deportivo Lara por 2 a 0, no Mineirão, e garantiu o segundo triunfo no Grupo B da Copa Libertadores.
Com a vitória, o Cruzeiro se isolou na liderança de sua chave. O time de Mano Menezes – que nesta quarta-feira cumpriu suspensão e assistiu ao jogo dos camarotes – tem seis pontos, quatro a mais do que o Emelec, segundo colocado. Deportivo Lara e Huracán, na terceira e quarta posição, respectivamente, somam um cada.
 
Depois da partida pela Libertadores, o Cruzeiro volta suas atenções para o Campeonato Mineiro. O primeiro jogo da semifinal do Estadual, diante do América, está marcado para o próximo domingo, às 16h, no Independência. O próximo duelo pelo torneio sul-americano é contra o Emelec, em 3 de abril (quarta-feira), às 21h30. A partida está marcada para o estádio George Capwell, em Guyaquil, no Equador.
 
O jogo
 
Como esperado, o Deportivo Lara se fechou em duas linhas de quatro e esperou o Cruzeiro atacar nos primeiros minutos de jogo no Mineirão. Bem organizado como de costume, o time de Mano Menezes aproveitou falha de marcação dos adversários para abrir o placar antes dos 10 minutos da partida. Aos 6’, Robinho tocou para Fred, que serviu Rodriguinho, dentro da área, com precisão. O meia só tirou do goleiro para marcar. 1 a 0.
Assim como na goleada por 5 a 0 contra o Patrocinense, no último sábado, pelo Campeonato Mineiro, o Cruzeiro seguiu pressionando para tentar ampliar o placar ainda na primeira etapa. Aos 24’, o time celeste chegou a marcar, com Fred, mas o bandeira Claudio Urritia assinalou impedimento de Marquinhos Gabriel no início da jogada. O meia, contudo, estava em posição legal.  O clube celeste seguiu sem sofrer sustos até o fim do tempo inicial, mas também não levou mais tanto perigo ao Deportivo Lara.
 
Menos cautelosos, os venezuelanos voltaram do intervalo buscando chegar na área de Fábio. Ainda que tenha demonstrado grande dificuldade para construir jogadas, a equipe aproveitou o espaço dado pelo Cruzeiro, aos 11’ do segundo tempo, para testar o goleiro celeste, que realizou defesa importante na finalização de Yriarte. Como resposta, o clube celeste voltou a pressionar o Lara.
Depois de várias tentativas em uma blitz ofensiva, o Cruzeiro quase marcou aos 29’. Edilson cruzou da direita, Fred ganhou pelo alto e cabeceou no canto, mas a bola saiu pela linha de fundo. Para tentar aumentar o número de jogadores no ataque, Sidnei Lobo, que substituiu Mano no banco de reservas, colocou David na vaga de Marquinhos Gabriel. A estratégia funcionou. Aos 49', Jadson, que também havia entrado no segundo tempo, recebeu assistência de Fred na entrada da área e fechou o marcador. 2 a 0. O resultado garantiu ao Cruzeiro a liderança isolada do Grupo B da Copa Libertadores. 
 
CRUZEIRO 2X0 DEPORTIVO LARA-VEN
 
CRUZEIRO
Fábio; Edílson, Dedé, Leo e Egídio; Henrique e Lucas Romero; Robinho (Rafinha), Rodriguinho (Jadson) e Marquinhos Gabriel (David); Fred
Técnico: Sidnei Lobo (Mano Menezes suspenso)
 
DEPORTIVO LARA-VEN
Salazar; Vargas, Miers, Di Giorgi e Aponte; Yriarte, Manzano, Centeno e Anzola; Frutos (Arrieche) e Di Renzo (Freddy Vargas)
Técnico: Leonardo González
 
Gols: Rodriguinho (aos 6’1ºT) e Jadson (49'2ºT)
 
Cartões amarelos: Dedé (Cruzeiro); Di Giorgi, Miers e Manzano (Deportivo Lara)
 
Público Presente: 39.595
 
Público Pagante: 33.293
 
Renda: R$ 1.169.104,00
 
Motivo: segunda rodada do Grupo B da Copa Libertadores
 
Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
 
Data e horário: 27 de março de 2019 (quarta-feira), às 21h30
 
Árbitro: Piero Maza (CHI)
 
Assistentes: José Retamal e Claudio Urrutia (CHI)


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">