21/01/2021 às 08h03min - Atualizada em 21/01/2021 às 08h03min

Em Caratinga, vacinação contra a covid-19 começa pelos profissionais da linha de frente que atuam na UPA

Fabio Teodoro
Para cumprir o cronograma da campanha de vacinação contra a Covid-19, a Secretaria Municipal de Saúde de Caratinga disponibilizou equipes volantes para fazer a imunização dos grupos prioritários desta primeira fase. A vacinação contra a Covid-19 começou pelos profissionais de saúde da linha de frente que atuam na Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h).
 
As equipes volantes chegaram à UPA 24h, às 9h30 desta quarta-feira (20/01), para dar a largada para a primeira fase da campanha.
 
O médico Edvaldo Dourado, a profissional de serviços gerais Maria do Carmo e o segurança Geraldo Magela de Paiva estão entre os primeiros profissionais da UPA a receberem a primeira dose da vacina produzida pelo Instituto Butantan em parceria com farmacêutica chinesa Sinovac. A CoronaVac, como é chamada, é aplicada em duas doses. Erick afirmou que a segunda dose já está garantida. 
 
A definição dos grupos prioritários segue o Plano Nacional de Imunização (PNI) do Governo Federal. Além dos profissionais de saúde da linha de frente (que atuam nos hospitais, na UPA e nas unidades de saúde do município), também serão vacinados os idosos com 60 anos ou mais que residem nos dois asilos do município (Lar dos Idosos Monsenhor Rocha e Recanto dos Idosos Pastor Geraldo Sales) e as pessoas com deficiência, a partir de 18 anos, institucionalizadas, no caso, os assistidos pela Asadom (Associação de Amparo aos Doentes Mentais São João Batista). Erick disse que mesmo quem já pegou o novo coronavírus, tem que ser vacinado.
 
Neste primeiro momento, a população geral não deve procurar os postos de saúde. O cuidado foi lembrado pelo secretário e visa evitar aglomerações e filas desnecessárias. Erick informou que a Secretaria de Saúde necessitaria de 2.500 doses para conseguir imunizar as pessoas dos grupos prioritários desta primeira etapa da campanha.
 
Conforme os laboratórios disponibilizem mais doses das vacinas adquiridas pelo Ministério da Saúde, outras populações que integram os grupos prioritários serão chamadas, por campanha publicitária, a comparecerem às salas de vacinação. Na oportunidade, o prefeito Welington Moreira falou sobre a intenção de compra, por meio Cides-Leste, de mais doses da vacina CoronaVac, do Instituto Butantan.


 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">