09/02/2021 às 09h18min - Atualizada em 09/02/2021 às 09h18min

Em 96 horas, choveu 350 milímetros na cidade de Caratinga, segundo a defesa civil

Fabio Teodoro
Segundo informado pela Defesa Civil Municipal, em 96 horas, choveu 350 milímetros em Caratinga. Este acumulado de chuvas foi registrado entre a sexta-feira (06/02) e esta manhã de segunda-feira (08). O coordenador da Defesa Civil, João Batista Bárbara disse que, segundo dados pluviométricos coletados às 7h30 desta segunda, choveu 107 milímetros só nas últimas 24 horas.

Registros feitos por internautas mostram alagamentos e inundações em diversas regiões da cidade durante as fortes chuvas que caíram no fim de semana. Um vídeo registrado por uma internauta mostra uma grande quantidade de água próxima ao Centro Automotivo Magalhães e ao Terminal Rodoviário Carlos Alberto de Mattos. Na imagem é possível ver um carro praticamente submerso.

Em outro vídeo, a imagem mostra o momento em que o motorista de um carro tenta passar um trecho alagado da Avenida Olegário Maciel, na área central, nas proximidades da academia End Fit, e acaba ficando preso. Na Praça Cesário Alvim, um ‘chafariz’ se formou em um bueiro. Em outro vídeo feito próximo da loja do Coelho Diniz da Marechal Deodoro, a forte enxurrada, que desceu pela localidade, formou uma espécie de ‘cachoeira’, devido ao grande volume de água. Na Travessa São Vicente de Paula, no bairro Santa Cruz, o nível da água também chegou a uma altura considerável.

De acordo com a Defesa Civil Estadual, os volumes expressivos de chuvas que ocorreram nestes últimos dias foram em razão de uma frente fria que avançou sobre praticamente todas as regiões de Minas Gerais. João Bárbara disse que a Defesa Civil segue acompanhando as condições climáticas e mantém o alerta para a população porque a previsão é de mais um grande volume de chuva.

Em caso de chuvas intensas, proteja-se em local seguro; evite áreas de inundação e não trafegue em ruas sujeitas a alagamentos e próximas aos córregos e ribeirões no momento de forte chuva; não se abrigue ou estacione seu carro debaixo de árvores; e abandone o veículo e procure local seguro ao notar que seu veículo poderá ser arrastado ou submerso pelas águas. Conforme a Defesa Civil, até esta manhã de segunda, houve uma média de 50 ocorrências registradas.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">