12/03/2021 às 10h28min - Atualizada em 12/03/2021 às 10h28min

Presidente da Fhemig assume Secretaria de Estado de Saúde de Minas

Fábio Baccheretti Vítor foi anunciado pelo governador Romeu Zema nesta sexta (12/3). Carlos Eduardo Amaral deixou a pasta após denúncia de fura-fila da vacina

Estado de Minas
O presidente da Fundação Hospitalar de Minas Gerais (Fhemig), Fábio Baccheretti Vitor, é o novo secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais. O anúncio foi feito pelo governador Romeu Zema (Novo), no início da manhã desta sexta-feira (12/3), pelo Twitter.

“Seu trabalho no combate à pandemia, desde o início, colaborou para os resultados relevantes em expansão de leitos e referência clínica no combate à COVID-19, garantindo a Minas um dos melhores resultados dentre todos os estados do país”, justificou o governador.

 “Seguiremos determinados no combate à pandemia e dando sequência à maior operação de vacinação da história de Minas com transparência e responsabilidade”, completou na rede social.

Nessa quinta (11/3), após o afastamento de Carlos Eduardo Amaral, fontes disseram ao Estado de Minas que o nome de Vitor era um dos avaliados por Zema.
 
Biografia
 
Fábio Baccheretti assumiu a Fhemig em 2 de julho de 2019. Ele foi o presidente mais jovem a assumir a fundação, aos 35 anos à época.
O gestor se formou em medicina em 2010, na Universidade Vale do Rio Verde, em Três Corações, no Sul de Minas. No ano seguinte, se tornou clínico plantonista do Hospital Júlia Kubitschek, vinculado à Fhemig.
Ele se tornou diretor-geral do Júlia Kubitschek em 2018, cargo que ocupou por 11 meses, até migrar para a presidência da Fhemig. Um ano antes, também ingressou no corpo clínico da Santa Casa BH.
  
A demissão
  
Zema comunicou a demissão do secretário de estado de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral, na noite desta quinta (11/3).
Ele estava pressionado após abertura de CPI na Assembleia para investigar a vacinação de 806 servidores da pasta contra a COVID-19.
 “Comunico o afastamento do Dr. Carlos Eduardo da Secretaria Estadual de Saúde. Agradeço o trabalho que realizou à frente da secretaria, em especial no combate à pandemia e na gestão para a futura retomada das obras dos Hospitais Regionais no Estado”, escreveu Zema no Twitter.
 Carlos Eduardo Amaral substituiu o médico Wagner Eduardo Ferreira no comando da Saúde estadual em fevereiro de 2019.
 Ele foi candidato a deputado federal pelo Novo em 2018, mas perdeu. A troca ocorreu por questões de saúde do primeiro escolhido para a pasta. (Com Gabriel Ronan e Luiz Ribeiro)

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">