22/03/2021 às 17h22min - Atualizada em 22/03/2021 às 17h22min

Palmeiras apodrecem em praça e põem em risco segurança de moradores do distrito de Santa Luzia

As árvores estão neste estado há cerca de seis meses, de acordo com alguns moradores. Galhos se soltaram e estão em canteiros da praça. Outros ainda estão pendurados

(Foto: Miguel Bráz)
Elas enfeitam vários lugares, principalmente, avenidas e praças. Mas precisam de ser bem cuidadas porque senão podem secar e morrer. Palmeiras Imperais podres e secas na praça do distrito de Santa Luzia estão preocupando moradores da localidade. Eles pedem uma solução dos órgãos competentes.

Quem passa pela Praça do distrito de Santa Luzia, em Caratinga, percebe que algumas palmeiras estão apodrecendo. As árvores estão neste estado há cerca de seis meses, de acordo com alguns moradores. Galhos se soltaram e estão em canteiros da praça. Outros ainda estão pendurados.

Nossa equipe de reportagem flagrou o momento em que uma folha seca caiu. Por sorte, ninguém passava na hora. Senhor Antônio Júnior tem um comércio bem em frente à praça. Foi ele quem acionou nossa equipe e nos disse sobre o problema das palmeiras imperiais. Ele ressaltou que as quedas dos galhos quase provocaram acidentes no local.

Nós procuramos uma profissional para esclarecer que fatores levam as palmeiras a ficarem neste estado. Um deles é a falta de sais minerais.



Conforme a bióloga Érica Nascimento, é preciso que um profissional da área faça uma análise de solo e do material da própria palmeira para ver o que de fato está acontecendo. Embora, o procedimento seja demorado, os passos iniciais devem ser mais breves.

Por meio de nota, a administração municipal informou que “a Prefeitura de Caratinga comunica que a bióloga da Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Urbanos irá ao local nesta terça-feira, dia 23, avaliar a situação”. 
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">