23/03/2021 às 15h33min - Atualizada em 23/03/2021 às 15h33min

Minas Gerais terá mais 100 leitos de UTI para pacientes com Covid-19

No Vale do Aço, a cidade de Timóteo receberá 10 ventiladores

(Foto: Gil Leonardi/ Imprensa MG)
Em mais uma ação de enfrentamento à pandemia, o governador Romeu Zema recebeu da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), na segunda-feira (22), mais 100 ventiladores mecânicos que vão ajudar na ampliação de 100 leitos de UTI em todo o estado ao longo desta semana.

Os equipamentos foram entregues, na sede da Fiemg, pelo presidente da federação, Flávio Roscoe. Na semana passada, o governo mineiro abriu 33 leitos de UTI nos hospitais da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig).

Os ventiladores serão distribuídos para as unidades de Saúde espalhadas em todas as macrorregiões do estado. Belo Horizonte e Betim receberão 20 ventiladores.

Na região Metropolitana do Vale do Aço, a cidade de Timóteo vai receber 10 equipamentos. Os demais ventiladores serão distribuídos para Juiz de Fora, na Zona da Mata, Montes Claros, Viçosa, Ponte Nova, São Lourenço, Paracatu e São João Del-Rei.



De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, o critério utilizado foi a identificação de hospitais com capacidade de abertura imediata de leitos de UTI.

Em fevereiro de 2020, Minas Gerais contava com 2.072 leitos de UTI e 11.622 leitos de Enfermaria. Atualmente, a rede pública hospitalar conta com 4.364 leitos de UTI e 20.840 unidades de Enfermaria.

Entre as diversas ações adotadas pelo Governo de Minas para enfrentamento ao coronavírus, está a aquisição de 1.047 respiradores, ao preço médio mais baixo do país. Isso permitiu a instalação de leitos de UTI, muitos deles em municípios que nunca tinham contado com unidades de terapia intensiva.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">