15/04/2021 às 19h04min - Atualizada em 15/04/2021 às 19h04min

Ministério da Saúde antecipa 2 milhões de doses da Pfizer para reforçar programa de vacinação

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, destacou que estabelecer metas cada vez maiores para a vacinação contra a Covid-19 é uma das propostas do governo federal. Este foi, inclusive, um dos assuntos discutidos na segunda reunião do Comitê de Coordenação Nacional para Enfrentamento da Pandemia da Covid-19, realizada na quarta-feira (14/4). Após a reunião, o ministro da Saúde e coordenador técnico do Comitê Covid, concedeu uma coletiva de imprensa, no Palácio do Planalto, e trouxe uma boa notícia. Queiroga anunciou a antecipação de 2 milhões de doses da vacina da Pfizer.
"Isso foi fruto de uma ação direta do presidente da República, Jair Bolsonaro, com o executivo principal da Pfizer, que resulta em 15,5 milhões de doses já nos meses de abril, maio e junho. Ou seja, nós conseguimos antecipar no calendário cerca 2 milhões de doses da vacina da Pfizer. Ação que vai fortalecer o nosso calendário de vacinação", explicou o ministro.
Outro ponto discutido pelo Comitê foram estratégias para ampliar a oferta de insumos importantes para o sistema de saúde, como kits de intubação. Segundo Queiroga, o governo federal tem acompanhado a distribuição em suporte às secretariais estaduais e municipais de Saúde. Sobre o oxigênio, Queiroga disse o Brasil está trazendo 18 caminhões importados do Canadá. O objetivo, de acordo com o ministro, é completar 50 caminhões para auxiliar na distribuição do oxigênio.
Na coletiva, o ministro também anunciou a criação da Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19, que será comandada pela enfermeira Francieli Fontana, servidora de carreira do Ministério da Saúde e coordenadora do Programa Nacional de Imunização (PNI). A pasta também vai ampliar a formação de profissionais de saúde.
O deputado Dr. Luizinho, representou o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, na reunião, e falou sobre um projeto de lei, que será votado na semana que vem, para a criação de uma carteira de vacinação online. O Ministério da Saúde ainda apresentou à imprensa campanhas publicitárias para o engajamento da população, seja para comparecer às salas de vacinação ou para adotar as medidas de prevenção contra a Covid-19.




 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »