11/04/2019 às 16h34min - Atualizada em 11/04/2019 às 16h34min

Polícia Militar do Meio Ambiente prende quatro homens que caçavam jacarés no Parque Estadual do Rio Doce.

Policiais do 1° Pelotão de Meio Ambiente da 12° Cia PM MAMB de Ipatinga conseguiram prender quatro suspeitos de envolvimento no crime de caça predatória.

Lucas Humberto

Após denúncias anônimas, policiais do 1° Pelotão de Meio Ambiente da 12° Cia PM MAMB de Ipatinga conseguiram prender quatro suspeitos de envolvimento no crime de caça predatória, perseguindo e abatendo animais da fauna silvestre, no caso, dois jacarés. Sargento Sales da PM MAMB deu mais detalhes do acionamento.

Após a denúncia, os policiais encontraram durante a manhã os quatro suspeitos em uma chácara localizada no córrego do Morro em Revés do Belém, distrito de Bom Jesus do Galho, próximo ao Parque Estadual do Rio Doce. Júlio César Rodrigues Gomes, Santiago Rosemberg da Silva, Rouget Assunção de Oliveira e Evandro da Silva Rodrigues foram presos em flagrante, enquanto limpavam e cortavam a carne dos dois jacarés. Um quinto homem, Bruno Assunção de Sá, também foi conduzido à delegacia pelo crime de dificultar o trabalho de fiscalização da PM.

Diversos materiais foram apreendidos na chácara, entre eles, a carne dos dois jacarés, fisga, silibri acoplado a bateria para identificar animal em seu habitat natural, celulares com informações importantes sobre os indivíduos, pulsar, lanternas, facões, um cartucho calibre .20 recarregado e outros materiais que auxiliavam na caça.

Sargento Sales destacou ainda que cada um dos envolvidos possuía uma função específica dentro da organização criminosa.

Ele deixou um alerta para aqueles que praticam o crime de caça.  Crime de caça predatória perseguir e abater animal de fauna silvestre.
 



Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">