28/06/2021 às 16h30min - Atualizada em 28/06/2021 às 16h30min

Polícia Civil incinera quase 400 de drogas; MP acompanhou e fiscalizou o procedimento

Procedimento ocorreu na última sexta-feira

(Foto: Miguel Bráz/ TV Sistec)
A Polícia Civil de Caratinga incinerou quase 400 quilos de drogas, na última sexta-feira (25). Os entorpecentes são frutos de operações realizadas pelas polícias civil e militar. O procedimento foi acompanhado e fiscalizado pelo ministério público.

A incineração foi realizada na parte da tarde. As drogas apreendidas foram conduzidas da sede da Polícia Civil até à indústria, onde foram queimadas neste forno. Caixas e fardos de entorpecentes foram descarregados pelos policiais civis. O processo de incineração foi autorizado pela Justiça. Todo o procedimento foi acompanhado e fiscalizado pelo Ministério Público. O promotor de Justiça Frederico Duarte Castro acompanhou todo o processo de incineração.




De acordo com o delegado Luiz Eduardo Moura Gomes, as drogas apreendidas ficam sob custódia da Polícia Civil enquanto o processo para a incineração segue em tramitação. Assim que é liberado o laudo, os entorpecentes podem ser queimados.

Conforme o delegado, a polícia espera acumular um volume expressivo de drogas para fazer a incineração em conjunto com demais órgãos porque também há custos de transporte, segurança e utilização de alto-forno. Luiz Eduardo lembrou que maior parte das drogas incineradas foi resultado de operações realizadas pelas polícias Civil e Militar.

Como esclareceram o delegado e o promotor de Justiça, de posse do laudo, a delegacia requisita ao Judiciário autorização para a queima. Liberada a ordem judicial, são feitos os trâmites junto a demais autoridades, conforme preconiza a lei 11.343/2006.
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">