05/07/2021 às 16h37min - Atualizada em 05/07/2021 às 16h37min

Google pode encarar processo nos EUA por gravações da Assistente

André Luiz Dias Gonçalves
Tecmundo
A Google deve enfrentar um processo judicial nos Estados Unidos por gravar conversas de pessoas que acionaram acidentalmente o assistente de voz da empresa no celular. A possibilidade foi confirmada pela juíza distrital de San Jose Beth Labson Freeman, nessa quinta-feira (1º).
 
Segundo a Reuters, a juíza autorizou os reclamantes de uma ação coletiva a prosseguir com as alegações de violação de leis de privacidade. Freeman afirma que os autores apresentaram indícios de que suas conversas próximas a dispositivos com o Google Assistente habilitado foram gravadas indevidamente.
 
Na decisão, a magistrada disse que embora os termos de uso do serviço informem a possibilidade da coleta de informações para publicidade direcionada, há falhas na comunicação. “Ela não informa suficientemente os usuários de que usará gravações feitas na ausência de ativação manual ou expressão de palavras”, justificou.
 
Acionada por meio de comandos como “Ok Google” ou “Hey Google”, a assistente virtual estaria sendo ativada por engano ao interpretar erroneamente palavras ditas pelos usuários. Para os reclamantes, tais gravações não podem ser usadas para exibir anúncios.

 
Google nega violações
 
Em resposta à ação, a companhia de Mountain View disse não haver provas de que os reclamantes foram prejudicados nem comprovação de violação de contrato. A big tech também afirma nunca ter prometido que a assistente será ativada apenas quando o usuário enviar o comando.
 
Com a decisão favorável, os autores podem continuar com o processo, mas precisarão reunir provas concretas para construir o caso. A ação busca danos não especificados e contempla todos os americanos que adquiriram dispositivos com Google Assistente a partir de 18 de maio de 2016.
 
É válido lembrar que a Google enfrenta acusação semelhante na Índia. Funcionários da empresa teriam revelado ao governo local que a ferramenta registra as conversas mesmo quando não é ativada. Além disso, esse material seria ouvido por profissionais para aprimorar o reconhecimento de voz.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">