20/07/2021 às 16h20min - Atualizada em 20/07/2021 às 16h20min

EUA e aliados acusam China de ataques ao Microsoft Exchange

Giovana Pignati
Tecmundo
Os Estados Unidos e aliados acusaram a China, nesta segunda-feira (19), de práticas desonestas online como ataques ransomware e roubo de dados. O Governo Biden está se aliando a países da Europa e OTAN para combater os ataques cibernéticos que vêm sofrendo da Rússia e do país asiático.
 
Conforme o comunicado da Casa Branca, a China estaria contratando hackers profissionais para realizar ataques ransomware e exigindo resgates milionários em troca de dados roubados de instituições e empresas dos EUA. O governo norte-americano diz que o ataque à contas do Microsoft Exchange em março deste ano foi encomendado pelo governo chinês.
 
Segundo o comunicado, a administração Biden diz "com um alto grau de confiança que os cibercriminosos afiliados ao Ministério de Segurança do Estado da República Popular da China conduziram operações de espionagem cibernética utilizando as vulnerabilidades de dia zero no servidor da Microsoft Exchange, divulgadas no início de março de 2021."
 
O Departamento de Justiça norte-americano afirma também que um júri federal em San Diego indiciou quatro cidadãos chineses e residentes dos Estados Unidos de serem os responsáveis por uma campanha de invasão de sistemas de computador nos Estados Unidos e no exterior, no período entre 2011 e 2018. Destes, três eram funcionários do Ministério de Segurança do Estado da China.
 
Comportamento inaceitável
 
Os Estados Unidos, a União Europeia, o Reino Unido e a OTAN divulgaram comunicados oficiais sobre o assunto, onde implicam a participação do governo chinês nos ataques, além de um conjunto contendo mais de 50 táticas, técnicas e procedimentos que os supostos hackers patrocinados pela China usaram nos ataques.
 
"O ataque a servidores Microsoft Exchange é outro exemplo grave de um ato malicioso por hackers apoiados pelo Estado chinês no ciberespaço", a UE e os seus Estados-Membros acrescentaram em comunicado. "Esse tipo de comportamento é totalmente inaceitável e, ao lado de nossos parceiros, não hesitaremos em denunciá-lo quando o virmos."

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">