03/09/2021 às 16h33min - Atualizada em 03/09/2021 às 16h33min

Consumidor vai pagar mais caro pela energia elétrica

Taxa da nova bandeira é de R$ 14,20 por 100 kWH

(Foto: ISTOCK)
A primeira medida apresentada pelo governo foi o programa de incentivo a redução voluntária do consumo de energia elétrica, voltado para os chamados consumidores cativos como: residências e pequenos comércios. Será oferecido um bônus de R$ 0,50 para cada 100 kWH economizado. Esta bonificação só será válida para quem diminuir o consumo mensal entre 10% e 20%.

Giovan Gonçalo mora com mais quatro pessoas, e diz que a conta de luz aumentou nos últimos meses. Para ele que tem dois enteados especiais e sustenta a família com um salário mínimo, conseguir desconto na energia vai fazer muita diferença no orçamento do mês.




Outra medida apresentada pelo governo foi a instituição da bandeira tarifária Escassez Hídrica no valor de R$ 14,20 por kWH. Isso representa 6,78% na tarifa média dos consumidores.

A medida foi instituída para cobrir a alta dos custos da geração de energia com a utilização das termoelétricas. A vigência da bandeira tarifária de escassez hídrica será de 1º de setembro a 30 de abril de 2022.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">