22/04/2019 às 14h53min - Atualizada em 22/04/2019 às 14h53min

Mano muda peças no Cruzeiro para enfrentar Deportivo Lara; veja provável escalação

O Cruzeiro treinou na manhã desta segunda-feira no Complexo Recreacional de Apucla, em Barquisimeto, na Venezuela, em preparação para o jogo contra o Deportivo Lara, pela quinta rodada do Grupo B da Copa Libertadores. A partida no Estádio Metropolitano, em Cabudare, foi marcada para as 17h desta terça-feira (16h na hora local) por causa das constantes quedas de energia elétrica no país.

Na atividade aberta para a imprensa, Mano Menezes fez quatro alterações no time. Nas laterais, Orejuela e Dodô substituíram Edilson e Egídio, respectivamente. No meio-campo, Lucas Silva ganhou a posição de Lucas Romero, suspenso, e Rafinha entrou no lugar de Robinho, poupado. Raniel, com desgaste muscular, e Pedro Rocha, fora da lista de inscritos, também ficaram em Belo Horizonte.

A equipe treinou com Fábio; Orejuela, Dedé, Leo e Egídio; Henrique e Lucas Silva; Rafinha, Thiago Neves e Marquinhos Gabriel; Fred. Além de atividade tática, houve trabalhos de bola parada. As opções de Mano na delegação são os goleiros Rafael e Vitor Eudes; os laterais Edilson e Dodô; os zagueiros Fabrício Bruno e Murilo; os volantes Jadson e Ariel Cabral; o meia Rodriguinho e os atacantes David e Sassá.

Depois do título do Campeonato Mineiro, no último sábado, no Independência, Mano disse que pouparia alguns jogadores. "Nós vamos levar o que temos condição de levar. Vou tirar um, dois, três, quatro, cinco no máximo, mas vamos levar o time para jogar o jogo que pode nos dar a primeira colocação ou uma das primeiras colocações entre os melhores primeiros”.

O Cruzeiro lidera o Grupo B da Copa Libertadores, com 12 pontos e 100% de aproveitamento. O time bateu Huracán por 1 a 0, na Argentina, e 4 a 0, em Belo Horizonte, além de ter triunfado diante do próprio Deportivo Lara (2 a 0, em BH) e do Emelec (1 a 0, no Equador).

Se a Raposa já assegurou a primeira colocação da chave, o Lara está firme na briga pelo segundo posto. Mesmo com toda a crise na Venezuela, que afeta diretamente o futebol, o clube rojinegro é vice-líder, com cinco pontos (uma vitória, dois empates e uma derrota). Emelec (3) e Huracán (1) também têm chances de classificação.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">