04/10/2021 às 10h01min - Atualizada em 04/10/2021 às 10h01min

EMBRAPA ESTUDA PRODUÇÃO DE ALIMENTOS MAIS SAUDÁVEIS EM GRANDES CENTROS URBANOS

Produção sem solo, iluminação artificial e controle térmico são algumas das características das fazendas verticais. Como o cultivo das plantas é feito em camadas umas sobre as outras, por isso o nome vertical. O modelo é voltado para os espaços urbanos, principalmente aquelas cidades que ficam distantes dos grandes centros de abastecimento. É o que explica o pesquisador da Embrapa Hortaliças, Ítalo Guedes.

Curiosamente, esse modelo de produção em locais fechados (conhecido como indoor), foi amplamente difundido nos países que liberaram o cultivo industrial da maconha. Os benefícios de se controlar todas as variáveis que interferem na produtividade da planta vem atraindo o setor agrícola desde 2014. De acordo com o pesquisador da Embrapa, entre as vantagens de produzir hortaliças em ambientes fechados, está a melhoria da qualidade nutricional do produto.

Os principais alimentos que podem ser produzidos nesse modelo são as hortaliças. Mas, para Ítalo, frutas como o morango e o tomate também estão sendo estudados nas fazendas verticais. 

Atualmente, algumas capitais brasileiras já vendem nos supermercados alimentos produzidos em fazendas verticais. De acordo com o pesquisador, essa tecnologia deve ganhar ainda mais espaço nos próximos anos.  


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »