13/10/2021 às 15h16min - Atualizada em 13/10/2021 às 15h16min

Arraiá do Areião, em Revés de Belém, tem balanço positivo

Evento tradicional supera metas estabelecidas em edital

(Foto: Eduardo Galetto/Cidade Nuvem)
A produção da tradicional Festa do Areião, que neste ano se chamou Arraiá do Areião e foi realizada no último dia 20, em Revés do Belém, distrito de Bom Jesus do Galho, acaba de encaminhar o relatório do evento à apoiadora do projeto, a Fundação Renova. 

Segundo uma das idealizadoras e realizadora da festa, Cleidevanea Aparecida, o objetivo foi alcançado com sucesso, "promover a cultura local, fortalecer o evento que já é tradição. Em relação às metas estabelecidas pelo Edital Doce foram todas superadas, desde a pré-produção, até todas as ações relacionadas ao Arraiá do Areião, "inclusive em conformidade com os protocolos de prevenção ao contágio do coronavírus", frisa.

Em função da pandemia, o calendário do Arraiá foi alterado. "Eu e minha mãe, Cidinha Alves, que também é mentora do projeto,  há quase 20 anos criamos o evento com o propósito de resgatar brincadeiras de rua.  Elegemos julho como o mês da Festa do Areião, para que mais crianças participassem, mas, por causa da pandemia, foi preciso identificar o momento certo da realização da festividade. Desde a aprovação do projeto, estamos sempre atentas às ondas de maior ou menor risco de disseminação do novo vírus para agendar o Arraiá", conta Cleidevanea.


(Foto: Eduardo Galetto/Cidade Nuvem)

A realizadora sublinha que a festa, inicialmente, seria presencial, mas foi adaptada para o formato online, com a transmissão de atrações artísticas promovidas em área aberta e ampla, o que favorece a manutenção da distância de segurança entre a equipe do projeto que foi reduzida também
favorecendo a prevenção contra a doença viral.

"Superamos a meta estabelecida de 1.500 pessoas beneficiadas diretamente com o Arraiá do Areião. Até o dia 2 de outubro, registramos 1.992 visualizações da live, além da expressiva interação dos internautas ocorrida ao longo do evento por meio do canal do Youtube. Apesar de terem sido criadas muito recentemente, as redes sociais também revelam o engajamento da comunidade com o projeto. Na fanpage do evento, foram registrados 6.169 de alcance das publicações que se deu em boa parte de forma orgânica. No instagram, tivemos um alcance de 5.560 contas e 4.677 de interação com os conteúdos, 3.411 visitas ao perfil. Em um tempo curto, conquistamos 604 seguidores. As impressões somaram 62.705", observa Cleidevanea. 

Ainda sobre a importância da internet, ela destaca que a rede mundial dos computadores conectou pessoas, estreitou sua relação com a produção do evento e com os seguidores dos espaços criados para a festa num período em que o mundo real só se tornou acessível via conexões virtuais e a sociabilidade passou a ser possível digitalmente. "Em um momento desafiador de pandemia, os revesenses quebraram sua rotina e se aproximaram da "normalidade" que veio à memória desse grupo por seu contato com toda a movimentação gerada pela organização da festa e exposta virtualmente".

O Arraiá do Areião contribui para a movimentação da economia regional, como observa Cidinha. "Para as ações do projeto, foram contratados prestadores de serviços do distrito de Revés e entorno . Vários produtos que disponíveis no comércio do distrito e região foram adquiridos gerando renda, impactando positivamente a economia local", sublinha Cidinha, acrescentando que "a valorização dos empreendedores do distrito de Bom Jesus do Galho se deu desde o início da escolha do projeto para concorrer ao edital, a realização da Festa do Areião, promovida por mim e por minha filha, que realiza atividades informais, como de manicure, e, formalmente atuamos no ramo de alimentação. Tivemos ainda a alegria de já poder contar com minha neta, Maria Eduarda, colaborando com a realização do Arraiá".

Cidinha frisou que a festa foi um presente para Revés. "Todas as atrações estimularam largos sorrisos, tanto entre os artistas que se apresentaram, os participantes do Concurso de Forró, quanto entre os expectadores, que se manifestaram positivamente durante a live. A festa mudou a noite do dia 20 para o nosso povo desafiado diariamente pelos desafios impostos pela pandemia. A programação foi muito rica, com shows musicais de Aguilar Junior, de Dalbert Moura, contação de histórias, com a professora e atriz Kakau´Art, além do já citado Concurso de Forró, essa super atração".

A live foi realizada com tradução em libras e transmitida pelo canal do evento, onde a gravação continua disponível: 
https://bit.ly/arraialive
 
PARCERIAS

Em Bom Jesus do Galho, na sede, foram firmadas parcerias com empreendedores que ofertaram brindes para serem sorteados durante a live. O Minas Clube ofertou três pares de ingressos; o Nandão Barbearia, que tem como proprietário um jovem empreendedor, ofereceu um corte de cabelo; Soliane Variedades doou um conjunto de brinco e colar; o artesão Chiquinho ofertou uma cesta decorativa tecida em bambu; a agricultura familiar Lourdes Clemente ofereceu um pote de Tempero da Tia Lu, produzido a partir de alhos cultivados por ela mesma e seu esposo; a Associação Bonjesuense de Proteção Animal (Abopan), que atua no combate a crimes contra animais, abandonos, maus tratos e proteção de animais vulneráveis, doou um banho e tosa para proprietário de algum cão que tenha sido adquirido por meio de adoção. 

Outra iniciativa positiva resultante do evento foi a doação de álcool em gel a entidade filantrópica local que reúne mães de crianças com necessidades especiais. O propósito da ação é fortalecer a campanha de combate à pandemia no distrito. Os itens são o excedente adquirido para a live.

O Arraiá do Areião, realizado com o apoio da Fundação Renova, por meio do Edital Doce, teve como proponente a jornalista Goretti Nunes. A produção do evento foi da também jornalista, Isadora Zeferino.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »