29/10/2021 às 16h01min - Atualizada em 29/10/2021 às 16h01min

Católicos celebram São Judas Tadeu com procissão e missas em Caratinga

Igreja Matriz ficou lotada durante a festa do padroeiro

Entrada com a imagem do santo na Igreja Matriz que leva seu nome (Foto: Miguel Bráz/ TV SISTEC)
Antes de irem para a Igreja Matriz, os fiéis católicos se concentraram em frente a Capela de Nossa Senhora das Graças para a procissão com a imagem de São Judas Tadeu, o padroeiro da paróquia, nesta quinta-feira. A procissão passou pela avenida Ana Pena de Faria até chegar à Matriz. No templo, centenas de pessoas esperavam a chegada da imagem.


A procissão saiu de frente da capela de Nossa Senhora das Graças (Foto: Miguel Bráz/ TV SISTEC) 

A missa foi celebrada pelo padre Geziel José de Almeida, co-celebrada pelo padre Joaquin Rocha de Calais, com a participação dos seminaristas diocesanos.




Várias comunidades e fiéis fazem homenagens em honra a São Judas Tadeu, o santo das causas impossíveis. A igreja começou a preparação para a festa no dia 19 de outubro com a novena. Além de celebrar a festa do padroeiro, também foi comemorado o aniversário de 12 anos da paróquia.

A Igreja Matriz ficou lotada. Centenas de fiéis festejaram o padroeiro. Além da missa da noite, foi realizada uma celebração na parte da manhã. Para os que não puderam acompanhar presencialmente, as missas foram transmitidas pelas redes sociais da paróquia.

Centenas de fiéis festejaram São Judas Tadeu (Foto: Miguel Bráz/ TV SISTEC)

O santo das causas impossíveis é um dos mais populares do catolicismo. São Judas Tadeu nasceu em Caná de Galileia, na Palestina. Era filho de Alfeu e Maria Cleofas. Ele foi um dos apóstolos de Jesus Cristo. Muitas vezes, ele é confundido com Judas Iscariotes, o que traiu o Cristo.

Segundo a igreja, ele era irmão Tiago, um dos discípulos. São Judas Tadeu é invocado como advogado das causas desesperadas e dos supremos momentos de angústia. Essa devoção surgiu na França e na Alemanha no fim do século XVIII.

No Brasil, a devoção a esse santo é muito popular e surgiu no início do século XX. Devido à forma como foi martirizado, sempre é representado em suas imagens segurando um livro, simbolizando a palavra que anunciou, e uma machadinha, o instrumento de seu martírio.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »